Masters

Rodrigo Costa (CNLA) obteve a melhor marca nacional dos 1500 m livres (19.27.13) no escalão D (40-44) no Torneio de Fundo Masters que hoje decorreu na Piscina Municipal de Rio Maior.

Uma competição em que a melhor performance masculina (tabela de pontos) foi obtida por José Carlos Freitas (Clube Fluvial Portuense) com 18.11.85 minutos (992 pontos).

O Torneio de Masters Rio Maior 2017 teve a presença de 198 nadadores, superando um recorde com mais 80 inscritos em relação à edição de 2016.

A competição feminina do Torneio de Masters disputada na Piscina Municipal de Rio Maior (1500 m livres) registou três melhores marcas nacionais obtido por Ana Ferreira (SAD), Maria Carmo (SAD) e Carolina Silva (CPN).

Melhores marcas de Portugal 1500 m livres:

1. Série 3. Ana Ferreira (SAD), 24:56.65, RN Escalão I (65-69);

1. Série 5. Maria Carmo (SAD), 22:46.52, RN Escalão F (50-54);

1. Série 6. Carolina Silva (CPN), 19:27.87, RN Escalão B (30-34)

É o mais velho nadador de sempre a competir em provas federadas. António Poiares Baptista, à beira dos 90 anos, treina três vezes por semana durante uma hora. O “bichinho da água” não o larga. Ele que em novo não foi um atleta de eleição é agora um campeão nacional e um recordista.

José Freitas: “Sou muito rígido com horários”É um dos expoentes máximos da natação master em Portugal. Aos 51 anos, José Carlos Freitas é dono de vários máximos nacionais, bateu recordes europeus e já subiu ao lugar mais alto do pódio num Campeonato do Mundo.

Já passaram mais de 40 anos desde que entrou na piscina do Clube Fluvial Portuense para dar as primeiras braçadas. A tropa do pai levou-o para Luanda poucos anos depois, onde competiu pela primeira vez, em 1970, mas viria a regressar, um ano depois, ao clube de Lordelo do Ouro, onde se manteve até 1987, colocando um ponto final na sua carreira de nadador de competição por razões de saúde, poucas épocas depois de se ter sagrado campeão nacional absoluto dos 1500 livres.

Tags: 

76 recordes no total, 24 na última sessãoForam estabelecidos 76 novos recordes nacionais no Open Internacional de Masters de Inverno, que terminou hoje no Complexo de Piscinas Olímpicas do Funchal, na Madeira, cuja última sessão ficou marcada pela queda de 24 máximos nacionais.

Os números são superiores relativamente à anterior edição, realizada em 2014 na Mealhada, onde foram batidos 41 recordes nacionais.

O Open Internacional de Masters de Inverno contou com a participação de 355 atletas (242 masculinos e 113 femininos) em representação de 46 equipas, oriundas da Ucrânia, Finlândia, Israel, Itália e Portugal.

Tags: 

Páginas