Agregador de notícias

Futebolista internacional brasileira Marta vai parar e dedicar-se à família

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 23:30

A internacional brasileira Marta, seis vezes eleita a melhor futebolista do mundo, revelou hoje que vai parar de competir este ano, para se dedicar à família, numa nota publicada na rede social Instagram.

“Comunico a todos uma decisão importante: este ano vou dedicar-me à minha família. Afinal, família vem sempre em primeiro lugar. Obrigada pelo apoio de sempre”, escreveu a futebolista, de 33 anos.

Marta, que actualmente se encontra nas norte-americanas do Orlando Pride, não esclareceu se estará com a selecção brasileira no Mundial deste ano, em França, mas o seleccionador disse que a avançada estará com o Brasil num torneio no final de fevereiro.

“Fala connosco todos os dias. É jogadora de futebol e vai deixar tudo? Não. Fala connosco todos os dias e em nenhum momento o mencionou. Demonstra nos treinos e vai estar connosco no torneio dos Estados Unidos”, disse o técnico Vadão.

Marta é um dos grandes nomes do futebol brasileiro e foi homenageada no ‘passeio da fama’ do Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, onde o seu nome está ao lado de Pelé ou Ronaldo.

A jogadora é também a melhor marcadora da selecção brasileira em Mundiais, com 15 golos, o que lhe dá também o estatuto de máxima goleadora no torneio.

Fernando Santos coloca Eusébio e Ronaldo no melhor ataque de Portugal

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 23:19

O seleccionador português disse hoje que escolheria Eusébio para jogar ao lado de Cristiano Ronaldo no ataque de Portugal, caso fosse possível, elegendo ainda Germano para a defesa e Coluna para o meio-campo da equipa das ‘quinas’.

Fernando Santos foi desafiado a escolher “três jogadores do passado para a selecção” pelo jornalista Luís Osório, no âmbito do ciclo de conversas “30 Portugueses, 1 País”, em Lisboa, e optou pelo defesa Germano de Figueiredo, pelo médio Mário Coluna e pelo atacante Eusébio da Silva Ferreira, todos antigas glórias do Benfica e de Portugal.

“Vi grandes jogadores e tive o prazer de treinar grandes jogadores. Há um... Eusébio da Silva Ferreira”, lançou o técnico que levou Portugal à conquista do Campeonato Europeu de futebol de 2016.

Questionado sobre se Eusébio encaixaria bem ao lado de Ronaldo, Fernando Santos não teve dúvidas: “Com certeza. Juntar dois génios. Talvez nem coubessem na lâmpada do génio”.

De resto, o treinador de 64 anos considerou que a transferência de Ronaldo do Real Madrid para a Juventus e a rápida adaptação ao futebol italiano “para o melhor do mundo é um bocadinho mais fácil”, realçando a experiência acumulada na já longa carreira internacional do CR7.

“Não é só a mudança táctica para um campeonato diferente. Itália é mais difícil para um avançado. Alguém que veio criança da Madeira [para Lisboa], depois foi para Inglaterra, depois esteve muitos anos em Espanha e agora Itália. Parece que está sempre em casa? Pois parece, mas nem sempre é assim”, sublinhou.

Sobre a disponibilidade que tem para convocar os mais jovens valores que estão a despontar no futebol português, Fernando Santos vincou que conta com “todos os que estiverem em condições”, independentemente da idade.

“Vou ver a carreira destes meninos na reforma. Tudo tem um tempo. Deus decidirá qual é o tempo. Eu não tenho nostalgia. O mais importante é que fiquemos amigos”, rematou.

Noite ‘branca’ mas emocionante na Liga dos Campeões

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 23:06

Sem golos, mas com muita emoção, o Bayern empatou em Liverpool e o FC Barcelona em Lyon, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, remetendo todas as decisões para o segundo jogo.

Os dois jogos de hoje da ‘Champions’ foram emotivos, com forte equilíbrio em Anfield Road e claro domínio catalão em França, e deram uma ocasião aos guarda-redes para brilhar, nomeadamente o português Anthony Lopes, um ‘esteio’ na baliza do Lyon.

Em termos de jogadores lusos, é para ele o grande destaque do dia, com Nelson Semedo regular na defesa do ‘Barça’ (viu amarelo) e Renato Sanches a fazer apenas os três minutos finais do campeão alemão em Liverpool.

Em Anfield Road, ‘chocaram’ dois dos clubes de mais palmarés na prova, ambos pentacampeões. Recearam-se mutuamente, o que influenciou um jogo a tempos tenso e com ocasiões raras para golos, embora com o Liverpool mais presente na área contrária.

Foi um belo ‘duelo’ tático e de níveis físicos, no relvado, com as defesas a superiorizarem-se aos ataques. As percentagens finais de posse de bola (49/51) e remates (15/9) ilustram bem isso.

Privado de Van Dijk e Lovren, Jurgen Klopp fez alinhar Matip e Fabinho na defesa, impecáveis a travar as ações ofensivas do ‘onze’ bávaro.

Do lado do Bayern também houve ausências e uma delas decisão de ‘última hora’ - Ribery foi poupado a quase todo o jogo, por ter sido pai, e só jogou os dez minutos finais.

O Bayern tem evidentes razões para sorrir e confirma a ‘arte’ que tem para jogar fora: está invicto nas deslocações desde setembro do ano passado, somando já oito jogos sem perder.

Em Munique, onde não poderá contar com Kimmich (viu amarelo), terá de ‘abrir’ mais o jogo e perante o perigosíssimo ataque dos ‘reds’, em que Salah é o elemento mais perigoso, sempre.

Decididamente, o ‘Barça’ fez o que pôde para resolver já a eliminatória, só que Lopes foi um ‘muro’ na baliza do Lyon. Defendeu tudo, e ainda teve a ajuda da barra aos 70 minutos, para travar um remate cheio de efeito de Suárez.

Os números finais confirmam o domínio intenso, com 63% de posse para os catalães e 25/5 em remates.

O francês Dembelé, antigo jogador do Rennes, foi dos mais ativos e perigosos, mas Suárez e Messi sempre se afirmavam como uma ‘ameaça’ potencial para a formação gaulesa, pouco habituada a jogar a este nível - desde 2013 que não chegava aos ‘oitavos’ da ‘Champions’.

Pode dizer-se que o FC Barcelona foi dominador, sim, mas algo trapalhão na finalização. Empurrou a equipa da casa para o último terço do campo, só que sem conseguir momentos evidentes de ‘golo feito’.

O Lyon, que até registou bons momentos de ataque na primeira parte, vai certamente ter muitas dificuldades em Camp Nou, dentro de três semanas.

Guardiola diz que Bernardo Silva “já é a principal estrela” da selecção portuguesa

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 22:21

O treinador do Manchester City, Pep Guardiola, afirmou hoje que Bernardo Silva “já é a principal estrela” da selecção portuguesa de futebol e confessou ser “um sortudo” por poder contar com o internacional luso.

Em resposta a uma pergunta sobre se Bernardo Silva poderia vir a ser a próxima grande estrela da selecção nacional, o técnico dos ‘citizens’ foi peremptório.

“Ele já é a principal estrela. Ele tem tudo. É uma pessoa adorável. Nunca mostra má cara, quer não jogue ou só jogue cinco, 10 ou 15 minutos”, disse Guardiola, na antevisão do encontro com o Schalke 04, da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, marcado para quarta-feira, em Gelsenkirchen.

Pep Guardiola voltou a demonstrar admiração pelo jogador, de 24 anos, considerando ser “um dos jogadores mais talentosos” que já viu jogar e que oferece polivalência ao plantel do Manchester City.

“Esta época, é um dos dois ou três melhores jogadores da Premier League. É uma alegria e sou um sortudo por ter o Bernardo à minha disposição. Portugal tem sorte de o ter e acredito que o seleccionador vai utilizá-lo cada vez mais, porque ele merece. É um rapaz adorável. Adoro-o”, transmitiu o catalão.

Bernardo Silva tem sido um dos jogadores mais utilizados por Pep Guardiola desde que foi contratado ao Mónaco em 2017, por 50 milhões de euros. Esta época, soma 34 jogos e oito golos, depois de na temporada transata ter anotado nove tentos em 53 partidas.

Avto não será opção do Nacional na viagem aos Açores

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 20:00

O plantel do Nacional regressou esta tarde ao trabalho, após a goleada imposta ao Feirense (4-0), para preparar o embate com o Santa Clara, que se disputa no domingo, a partir das 15h30 (mais uma hora que nos Açores).

Para este encontro, Costinha não contará com o contribuito de Avto, o último reforço de Inverno da turma alvinegra, uma vez que o extremo que iniciou a época ao serviço do Desportivo de Chaves continua a recuperar de uma entorse no tornozelo direito.

Por sua vez, Felipe Lopes, Filipe Ferreira e Jota iniciaram a semana a trabalhar de forma condicionada, pelo que estão em dúvida para a partida que terá lugar no Estádio de São Miguel.

Nadadora com esclerose múltipla completa travessia Estreito Gibraltar

Chlorus - Ter, 19/02/2019 - 19:01

María Cristina Osorio Malcampo, nadadora de 40 anos, que sofre de esclerose múltipla, tornou-se a primeira mulher com esta doença, a completar a travessia do Estreiro de Gibraltar.

A nadadora foi acompanhada pelo seu médico, e por familiar próximo, de forma a garantir a segurança, durante toda a travessia. A nadadora completou os 19.5km, no tempo quatro horas e quarenta e nove minutos. Partiram da Isla de Tarifa, em Cádiz, e acabou em Punta Remel, Marrocos. Créditos da imagem: Asociación de Cruce a Nado del Estrecho de Gibraltar (ACNEG)

O conteúdo Nadadora com esclerose múltipla completa travessia Estreito Gibraltar aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Golos, vermelhos e passos atrás. A carreira de Ferro até à equipa principal do Benfica

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 18:56
O irmão do jogador conta à TSF alguns pormenores de um percurso que nem com avanços e recuos. De Oliveira de Azeméis ao empréstimo nos juniores, passando pelos golos e vermelhos.

João Tralhão acredita que Bruno Lage "pode ficar muitos anos no Benfica"

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 18:31
Em entrevista à TSF, o ex-treinador do Benfica B confessa que a renovação de Bruno Lage tem "todo o sentido" e acaba por acontecer com naturalidade. João Tralhão acredita que o novo vínculo do técnico demonstra "mais uma vez que o Benfica é um clube de continuidade"

RTP diz que mantém interesse em adquirir direitos Euro 2020 quando jogos estiverem no mercado

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 18:13

A RTP concorreu à aquisição de um pacote de jogos do Euro 2020, mas a UEFA rejeitou a proposta, disse à Lusa fonte oficial, que adiantou que a estação pública mantém interesse quando os jogos estiverem no mercado.

A Sport TV adquiriu “a totalidade dos direitos” de transmissão televisiva do Euro 2020, que inclui “pela primeira vez” os direitos relativos ao sinal aberto, disse hoje o presidente executivo, Nuno Ferreira Pires, à Lusa.

Fonte oficial da RTP disse que, “apesar da RTP ter concorrido à aquisição de um pacote de jogos do euro 2020 para canal aberto, a UEFA rejeitou a proposta” da estação pública.

“Quando os jogos do Euro 2020 estiverem no mercado, a RTP mantém o interesse em adquirir os direitos de transmissão para sinal aberto de um pacote de jogos”, adiantou a mesma fonte.

A RTP detém os direitos de todos os jogos a realizar pela Seleção Nacional A de futebol até à conclusão do Mundial 2022, com exceção dos jogos que a seleção vier eventualmente a realizar na fase final do Euro 2020.

“A RTP é igualmente a detentora exclusiva, em Portugal, dos direitos de todos os jogos do Mundial 2022, os quais poderá sublicenciar parcialmente”, referiu a mesma fonte.

"Adeptos do Benfica veem-me como um deles e revejo-me nisso"

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 17:31
Bruno Lage mostrou-se orgulhoso pela renovação de contrato com os encarnados até junho de 2023.

Bueno acusa FC Porto de bullying. "Complicaram-me a vida"

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 17:23
O avançado espanhol deixou emblema azul e branco em janeiro, tendo sido emprestado ao Boavista.

FC Porto multado pela FIFA por violar regulamento de transferências

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 16:34
Em causa estão infrações relacionadas com a influência de terceiros na celebração de contratos e falha no fornecimento de dados corretos das transferências.

A história do crol. Seguem os “inventos”. O crol norte-americano (V)

Chlorus - Ter, 19/02/2019 - 16:08

Paralelamente ao desenvolvimento do “crol japonês”, comentado no nosso anterior artigo, e ainda que com um certo atraso temporal, desenvolveu-se nos Estados Unidos uma nova conceição do estilo crol, diferente da de Johnny Weissmuller e do “crol japonês”.

A partir de 1935, o treinador da Universidade de Yale, o prestigioso Robert “Bob” Kiphuth, começou a assentar as bases duma nova modalidade de crol. Segundo o técnico de Yale, a braçada ideal, como a virtude, fica a meio caminho da braçada longa europeia e de Weissmuller, e a braçada mais curta japonesa. A nova modalidade inspira-se, pois, desta sua ideia, e nada mais apropriado para a descrever que seguir o próprio Kiphuth no seu livro “Swimming”, que se converteria ao longo do período 1940-1956 em pouco menos que a “Biblia” de grande parte dos técnicos do mundo, não só pela sua descrição desta modalidade estilística como também pela descrição do seu sistema de preparação física dos nadadores.

“O corpo deve ir em posição perfeitamente plana, com a cabeça e o peito ligeiramente elevados sobre o nível da água, por cima dos olhos, e a linha dos ombros coincidindo com o nível da água, formando ângulo reto com o eixo longitudinal do corpo. Os ombros não devem balançar-se, nem deve girar-se o corpo, de maneira que os braços unicamente devem mexer-se a partir da articulação do ombro, ficando esta totalmente “fixada”, arrastando literalmente o corpo do nadador.

A mão deve levar-se perto do eixo central do corpo, ainda que um pouco pelo exterior, já que de outra forma perder-se-ia impulso para trás quando o braço, no final da braçada, deve levar-lha até à coxa.

A recuperação faz-se com os cotovelos ligeiramente dobrados, a mão descrevendo um semicírculo que passa ligeiramente pelo lado e o exterior do corpo. Os braços esticam-se completamente à frente, antes de afundar-se na água, iniciando o impulso até abaixo com o pulso elevado. Pelo seu lado, o batido é um clássico 6-tempos, regular, e relativamente profundo”. Até aqui as explicações de Kiphuth.

Ao amparo da relativa paz que fruíram os norte-americanos ao longo da “II Grande Loucura Mundial” (não sofreram bombardeamentos sobre o seu território, nem passaram a fome que sim reinou numa grande parte do continente europeu e no Japão) e mercê ao seu magnífico sistema de desporto universitário, os nadadores USA conseguiram continuar o grande impulso que teve a sua natação a partir de 1938-1940, ganhando de novo a superioridade mundial, superando muitos recordes mundiais, enquanto europeus e japoneses, entre outros, viam-se envolvidos na selvagem guerra. Bob Kiphuth e a sua equipa técnica da Universidade de Yale distinguiram-se rapidamente neste aspeto, e, uma vez caladas as armas, triunfaram nos Jogos Olímpicos de Londres-1948, onde a equipa USA ganhou um total de 10 medalhas, das 16 que se disputaram entre os homens, vencendo nas quatro provas de crol, ainda que devemos assinalar que não chegaram a superar, pelo menos substanciosamente, as médias conseguidas doze anos antes nos Jogos de Berlim-1936. Também deve-se levar em conta que estes Jogos disputaram-se na ausência dos nadadores alemães e japoneses, banidos das máximas instâncias desportivas, CIO FINA, depois da sua derrota bélica. Em Londres-1948, os nadadores norte-americanos ganharam todas as medalhas de ouro, com Walter Riss, 57″3; William Smith, 4,41″0 e Jimmy LcLane, 19,18″5, nos 100, 400 e 1.500m. livres; Allen Stack, 1,06″4 nos 100m. costas; Joe Verdeur, 2,39″3 nos 200m.bruços (nadando mariposa), e o quarteto de 4x200m. livres, 8,46″0.

Apesar de tudo, Kiphuth era demasiado pragmático para considerar “seu” estilo como o único que podia fazer triunfar qualquer nadador. No seu “laboratório” universitário de Yale, treinou, por exemplo, o australiano John Marshall, medalha de prata nos 1.500m. dos Jogos de Londres, o estilo do qual diferenciava-se em muitos conceitos do “estilo norte-americano” preconizado pelo próprio Kiphuth. Marshall nadava com as costas arqueadas, e com uma pernada “vibratória” pouco profunda, ainda que muito efetiva; sua grande flexibilidade de ombros permitia-lhe fazer uma recuperação com os ombros muito altos, sem que isto significara perder a posição perfeitamente horizontal da linha dos ombros, ainda que seguia as diretrizes do crol do seu treinador, quando esticava completamente o braço antes de o entrar na água. Era um estilo caraterizado pela sua grande flexibilidade.

Marshall foi um dos poucos nadadores que quase a converteu-se em recordista mundial de todas as provas de crol, desde as 100 jardas até a milha, em metros e em jardas (quer dizer, naquele tempo, 1948-1952, um total de 15 provas) das que unicamente lhe resistiram as duas mais curtas, as 100 jardas e os 100 metros. Poucos anos depois, entre 1956 e 1961, outro australiano, John Konrads, igualou praticamente o seu compatriota (ainda que naquele tempo só se homologavam os recordes de 10 provas de crol) e unicamente as duas mais curtas (neste caso os 100 metros e as 110 jardas), lhe impediram chegar a conseguir o que era, e continua a ser, um dos sonhos mais queridos de qualquer crolista, isto é, possuir os recordes mundiais de todas as provas oficiais deste estilo.

O conteúdo A história do crol. Seguem os “inventos”. O crol norte-americano (V) aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Convocados da ANNP para ação do Plano Nacional de Deteção de Talentos

Chlorus - Ter, 19/02/2019 - 15:51

A Associação de Natação do Norte de Portugal divulgou esta terça-feira os jogadores convocados para a quarta atividade de treino e desenvolvimento regional do Plano Nacional de Deteção de Talentos de Infantis Femininos (09h00) e Masculinos (09h00) e Sub-12 mistos (11h15), a ter lugar na Piscina do Colégio de Lamas no dia 24 de fevereiro.

A ação será acreditada pelo IPDJ.

Convocadas:

Infantis Femininos

Inês Magalhães, Inês Sousa, Carolina Teixeira e Joana Pereira (Amarantus);

Lídia Rocha, Cosnier Siloee e Maria Sottomayor (Fluvial Portuense);

Ana Monteiro, Maria Maldonado e Mafalda Rodrigues (Gondomar);

Mariana Macedo, Ana Nunes e Rita Meneses (Lousada Séc. XXI);

Mariana Saraiva e Bruna Martins (Naval Povoense);

Carolina Quinhentas, Ângela Sousa e Maria Barbosa (Aquático Pacense);

Beatriz Sousa, Leonor Sousa, Maria Dias, Lara Costa e Adriana Delgado (Paredes);

Sara Miranda, Maria Almeida, Marisa Araújo, Carolina Rodrigues e Mafalda Magalhães (Vitória SC)

Infantis Masculinos

Mauro Teixeira e Duarte Magalhães (Amarantus);

António Pereira, Marcos Rocha, João Monteiro e Mário Coelho (Fluvial Portuense);

Pedro Teixeira, Tiago Mendes, Tiago Costa e Simão Monteiro (Foca);

João Pires, Rui Amorim e Jorge Pinheiro (Gondomar);

Rodrigo Teixeira e João Ferreira (Leixões);

José Araújo e João Salgado (Vitória SC);

Gabriel Sousa, Nuno Silva, Gonçalo Magalhães e Hugo Pereira (Lousada Séc. XXI);

Francisco Brito, Leandro Almeida, João Vicente e Dinis Pinto (Aquático Pacense);

Hugo Costa, Tiago Caetano e Tiago Morais (Paredes);

Octávio Mata, António Dias, Tomás Carvalho, Afonso Bouça, Tiago Vieira e Eduardo Pinto (Naval Povoense)

Sub-12 mistos

Pedro Pinto, Matilde Pinto, Mateus Ribeiro, Ricardo Morais, Joana Abreu e Letícia Silva (Amarantus);

Nicolas Zibecchi, Xavier Olizabal e Susana Lopes (Fluvial Portuense);

Simão Medeiros, Hélder Félix, Duarte Pinto, João Almeida e Lara Medeiros (Foca);

Rafael Monteiro, Guilherme Miranda e Matilde Canedo (Gondomar);

José Gomes e Benjamim Abreu (Leixões);

Rodrigo Faria, Vítor Oliveira e Ana Ferreira (Lousada Séc. XXI);

Morgan Azevedo e Gonçalo Branco (Vitória SC);

Francisco Vicente, Luana Matos, Manuel Vicente, Tomás Ferreira, Rodrigo Carneiro e Luana Matos (Aquático Pacense);

Francisco Ferraz, Maria Ribeiro, Joana Rodrigues, Alexandra Guimarães, Mafalda Moreira, Joana Nogueira, Leonardo Rodrigues, Tiago Mendes, Ivo Costa e Renato Ferreira (Paredes);

Rodrigo Morais, Miguel Costa, Gonçalo Torres, Luís Branco, Tiago Santos, Tomás Lopes, João Lemos e Henrique Coelho (Naval Povoense)

O conteúdo Convocados da ANNP para ação do Plano Nacional de Deteção de Talentos aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Duarte Mourão entrevistado do podcast Hora H2O

Chlorus - Ter, 19/02/2019 - 14:03

O ex-nadador Duarte Mourão é o mais recente entrevistado do podcast Hora H2O da natação portuguesa, da responsabilidade de Alexandre Agostinho, ex-nadador e atual presidente da Associação de Natação do Algarve.

Neste episódio, gravado cara a cara, fala-se sobre a sua longa carreira, a transição entre a sua carreira desportiva e profissional e muitos outros assuntos interessantes.

Clique aqui para ouvir o que disse Duarte Mourão.

O podcast Hora H2O tem o apoio do Chlorus.

O conteúdo Duarte Mourão entrevistado do podcast Hora H2O aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Sport TV garante totalidade dos direitos do Euro 2020

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 13:17
Pela primeira vez a Sport TV será a televisão oficial do Euro 2020, mas terá de revender os conteúdos aos canais de sinal aberto.

Sporting quer renovar contrato com Bruno Fernandes

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 13:04
O médio assinou contrato em julho com os leões. A direção do Sporting vai oferecer um novo vínculo, com extensão para lá de 2023.

Bruno Lage renova e fica no Benfica até 2023

TSF - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 13:01
O técnico encarnado assumiu o cargo depois da saída de Rui Vitória.

Benfica renova contrato com treinador Bruno Lage até Junho de 2023

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/02/2019 - 12:51

O treinador português de futebol Bruno Lage renovou contrato com o Benfica até 30 de junho de 2023, anunciaram hoje os ‘encarnados’, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Sport Lisboa e Benfica -- Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, que renovou o contrato de trabalho desportivo celebrado com o treinador Bruno Miguel Silva do Nascimento (Bruno Lage), mantendo o seu vínculo contratual até 30 de junho de 2023”, lê-se no comunicado.

Bruno Lage, de 42 anos, assumiu o comando técnico da equipa principal do Benfica em 03 de janeiro último, sucedendo “provisoriamente” a Rui Vitória, que deixou os ‘encarnados’ após três épocas e meia.

O antigo treinador da equipa B dos ‘encarnados’ comandou a equipa principal em 11 jogos, contando sete vitórias nos sete encontros do campeonato, além de dois triunfos para a Taça de Portugal e um para a Liga Europa, tendo apenas perdido frente ao FC Porto (3-1), em jogo da Taça da Liga.

Câmara de Setúbal apoia Taça do Mundo com financiamento de 30 mil euros

Chlorus - Ter, 19/02/2019 - 12:29

Um apoio financeiro de 30 mil euros à Federação Portuguesa de Natação foi aprovado pela Câmara Municipal de Setúbal, no passado dia 6 de fevereiro, para a realização da edição de 2019 da maratona internacional de águas abertas, lê-se no site da autarquia.

Esta será a 12.ª edição a FINA HOSA – Marathon Swim World Series, que inclui, ainda, a versão Open Challenge destinada igualmente a atletas amadores, eventos que “representam um investimento na organização da ordem dos 160 mil euros, assumido pela FPN”, lê-se ainda no site da Câmara Municipal.

A proposta aprovada pela autarquia em reunião pública ordinária sublinha que a Câmara Municipal de Setúbal colabora, também, na execução de várias tarefas relacionadas com apoio administrativo, logístico e organizacional.

A FINA HOSA – Marathon Swim World Series integra a Taça do Mundo de Águas Abertas, competição que reúne os melhores nadadores da elite internacional e que se reparte por um circuito constituído por dez etapas, a realizar em igual número de cidades distribuídas pela Europa, pela América do Norte e pela Ásia.

A prova de Setúbal, agendada para 9 de junho, em frente do Parque Urbano de Albarquel, decorre nas águas do rio Sado.

A prova sadina resulta de uma organização conjunta da Câmara Municipal com a Federação Portuguesa de Natação e a Federação Internacional de Natação (FINA).

Setúbal acolhe esta competição desde 2006.

O conteúdo Câmara de Setúbal apoia Taça do Mundo com financiamento de 30 mil euros aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Páginas