REGRAS PARA INSTALAÇÕES

FR 1 GERAL
FR 1.1 Piscinas com medidas Olímpicas da FINA. Todos os Campeonatos do Mundo (excepto
Campeonatos do Mundo de Masters) e os Jogos Olímpicos devem ser disputados em piscinas
que cumpram as regras FR 3, FR 6, FR 8.e FR 11.
FR 1.2 Piscinas com medidas normais da FINA. Outras provas da FINA podem ser disputadas
numa Piscina Olímpica com medidas da FINA, mas a Organização pode prescindir de
certas medidas para as piscinas existentes se não interferirem com a competição.
FR 1.3 Piscinas com medidas mínimas da FINA. Todas as outras provas disputadas sob as
Regras da FINA devem ser conduzidas em piscinas que cumpram todas as medidas mínimas
nesta parte.
FR 1.4 De modo a proteger a saúde e a segurança das pessoas que usam as piscinas para
lazer, treino e competição, os responsáveis das piscinas públicas ou piscinas reservadas só
para treino e competição devem cumprir com os requisitos estabelecidos por lei e pelas
autoridades sanitárias do país onde as piscinas estão situadas.
FR 1.5 A realização de uma competição com equipamentos novos (por exemplo blocos de
partida, cordas das pistas, etc) deverão estar disponíveis até 1 de Janeiro do ano de
realização dos Jogos Olímpicos e Campeonatos Mundiais FINA.
FR 2 PISCINAS DE NATAÇÃO
FR 2.1.1 50,0 metros. Quando são usadas placas electrónicas de Aparelhagem Automática na
parede de partida, ou adicionalmente na parede de viragens, a piscina deve ter
comprimento que permita a distância exigida de 50,0 metros entre as duas placas.
FR 2.1.2 25,0 metros. Quando são usadas placas electrónicas de Aparelhagem Automática na
parede de partida, ou adicionalmente na parede de viragens, a piscina deve ter o
comprimento que permita a distância de 25,0 metros entre as duas placas.
FR 2.2 Tolerâncias nas Dimensões
FR 2.2.1 A distância requerida de 50,0 metros pode ter uma tolerância de entre mais 0,03
metros e menos 0,00 metros em ambas as paredes extremas e em todos os pontos entre 0,3
metros acima da superfície da água até 0,8 metros abaixo dessa superfície. Estas medidas
devem ser verificadas por um inspector ou outro Juiz qualificado, designado e aprovado
pela Federação do país onde estiver situada a piscina. As diferenças toleradas não podem ser
excedidas mesmo quando estejam instaladas placas electrónicas.
FR 2.2.2 A distância requerida de 25,0 metros pode ter uma tolerância de entre mais 0,03
metros e menos 0,00 metros em ambas as paredes extremas e em todos os pontos entre 0,3
metros acima da superfície da água até 0,8 metros dessa superfície. Estas medidas devem ser
verificadas por um inspector ou Juiz qualificado, designado e aprovado pela Federação do
País onde estiver situada a piscina. As diferenças toleradas não podem ser excedidas mesmo
quando estejam instaladas placas electrónicas.
FR 2.3 Profundidade - Para piscinas com blocos de partida é exigida a profundidade de
1,35 metros numa extensão de 1 a 6 metros do cais de partida. Em todo o resto da piscina é
de 1 metro.
FR 2.4 Paredes
FR 2.4.1 As paredes testa devem ser paralelas e formar ângulos rectos com a superfície da
água e devem ser construídas com materiais sólidos, sem superfícies escorregadias até 0.8
metros abaixo da superfície da água, de modo a permitir ao Nadador tocar e impulsionar- se
sem dificuldade.
FR 2.4.2 São permitidos apoios de descanso ao longo da piscina; nunca devem estar a
menos de 1,20 metros abaixo da superfície da água e podem ter entre 0,1 e 0,15 metros de
largura.
FR 2.4.3 Podem existir caleiras nas quatro paredes da piscina. Se houver caleiras nas paredes
testa, deverão permitir a instalação de placas electrónicas com os requeridos 0,3 metros
acima da superfície da água. Devem estar cobertas com uma grelha ou grade própria.
FR 2.5 As Pistas devem ter pelo menos 2,5 metros de largura, com dois espaços de pelo
menos 0,2 metros, na primeira e última pista, entre essas pistas e as paredeslaterais.
FR 2.6 Divisórias das Pistas
FR 2.6.1 As divisórias serão estendidas ao longo do comprimento total da piscina, presas em
cada uma das paredes testa, a ganchos cravados nas paredes. Os ganchos devem estar
colocados de maneira que as pistas fiquem á superfície da água. Cada divisória de pista terá
flutuadores colocados em fiada, tendo a dimensão mínima de 0,05 metros e máxima de 0,15
metros.
Numa piscina as cores das pistas deverão ser como se segue:
Duas (2) VERDES para as pistas 1 e 8
Quatro (4) AZUIS para as pistas 2, 3, 6 e 7
Três (3) AMARELAS para as pistas 4 e 5
Os flutuadores numa distância de 5 metros de cada um dos extremos da pista deverão ser de
cor VERMELHA. Não poderá haver mais do que uma divisória em cada pista. As divisórias de
pista devem estar firmemente esticadas.
FR 2.6.2 A 15 metros do cais de partida, os flutuadores devem ter uma cor diferente dos
restantes.
FR 2.6.3 Nas piscinas de 50 metros os flutuadores devem ser de cor diferente aos 25 metros.
FR 2.6.4 Os números das pistas devem ser colocados nas divisórias das pistas, no início e no
fim, devendo ser feitos de material macio.
FR 2.7 Os blocos de partida devem ser firmes e sem qualquer efeito de mola. A altura do
bloco acima da superfície da água pode variar entre 0,5 metros e 0,75 metros. A área da
superfície do bloco de partida deve ter pelo menos 0,5 metros X 0,5 metros e estar revestido
com material anti-derrapante. A máxima inclinação não pode ser superior a 10º. Os blocos
devem ser construídos com uma espessura tal, na frente e nos lados, que permita ao nadador
apoiar-se, nele, com as mãos; recomenda-se que se a espessura exceder 0,04 metros, podem
ser cavados sulcos de 0,1 metros de largura de cada lado e 0,4 metros de largura na parte
da frente, a 0,03 metros da superfície do bloco. Podem ser instaladas pegas para as
mãos na parte lateral dos blocos. Devem ser paralelas à superfície da parede testa e não
devem sobressair dela. A profundidade da água numa distância entre 1,0 metros e 6,0
metros da parede testa deve ser pelo menos 1,35 metros no local onde estão instalados
os blocos de partida. Podem ser instalados por debaixo dos blocos de partida, quadros
electrónicos de leitura. Não podendo ser intermitentes. Os números não devem cintilar
durante a partida de costas.
FR 2.8 Numeração - Cada bloco de partida deve estar nitidamente numerado nos quatro
lados. A pista número 0 deve ser marcada no lado direito, quando se olha a piscina do cais de
partida, com excepção das provas de 50m, que podem iniciar-se a partir da extremidade
oposta. Os painéis electrónicos podem ser numerados na parte superior.
FR 2.9 Indicadores de Viragens de Costas – Cabos embandeirados suspensos
transversalmente sobre a piscina, no mínimo a 1,8 metros e no máximo a 2,5 metros, acima
da superfície da água, em postes de apoio fixados a 5,0 metros de cada extremo da
parede. Devem ser colocadas marcas em ambos os lados da piscina, e onde for possível em
cada divisória da pista, a 15 metros de cada extremo da parede.
FR 2.10 Festão das Falsas Partidas – Deve estar suspenso transversalmente sobre a piscina,
pelo menos a 1,2 metros acima da superfície da água, em postes colocados a 15 metros à
frente do cais de partida. Deve estar preso aos postes por um sistema de desprendimento
rápido. O festão deve abranger toda as pistas quando activado.
FR 2.11 Temperatura da Água – A temperatura da água deve situar-se entre os 25ºC e
28ºC. Durante a competição, a água da piscina deve ser mantido ao mesmo nível, sem
movimento apreciável. A fim de respeitar as leis da saúde em vigor na maioria dos países, o
fluxo e o refluxo da água é permitido desde que não provoque qualquer corrente ou
turbulência apreciável.
FR 2.13 Marcações das Pistas - Devem ser de cores escuras contrastantes, colocadas no
pavimento da piscina, no centro de cada pista:
Largura: mínimo 0,2 metros, máximo 0,3 metros. Comprimento: 46,0 metros para piscinas de
50 metros. 21,0 Metros para piscinas de 25 metros.
Cada linha de pista deve terminar a 2,0 metros das paredes testa, com uma linha cruzada,
nítida, de 1,0 metros de comprimento e da mesma largura da linha de pista. Linhas da
meta devem ser colocadas nas paredes testa ou nas placas electrónicas, no centro de cada
pista e da mesma largura que as linhas de pista. Prolongar-se-ão, sem interrupção até ao
pavimento da piscina. Uma linha transversal de 0,5 metros de comprimento deverá ser estar
colocada 0,3 metros abaixo da superfície da água, medida no centro da linha transversal.
Para as piscinas de 50 metros construídas depois de 1 de Janeiro de 2006, será colocada
uma linha atravessada de 0,5 m aos 15 metros de cada parede testa da piscina
FR 2.14 Cais Flutuante – Quando um cais flutuante serve de parede testa, deve ter toda a
largura da piscina e apresentar uma parede vertical estável e não escorregadia, na qual se
possam montar painéis electrónicos numa extensão não inferior a 0,8 metros abaixo da
superfície da água e 0,3 metros acima, livres de orifícios, quer para baixo e para cima, que
evitem que o nadador possa introduzir pés, mãos, dedos dos pés ou dedos das mãos. O
cais flutuante deve ter um formato que permita um movimento livre dos juízes ao longo do
todo o seu comprimento, e de modo a que esse movimento não provoque correntes de
água ou turbulências.

Diagrama da piscina

WIDTH OF LANE MARKINGS, END LINES, TARGETS A 0.25 m ± 0.5 FINA
LANE MARKINGS
LENGTH OF END WALL TARGETS B 0.50 m
DEPTH TO CENTRE OF END WALL TARGETS C 0.30 m
LENGTH OF LANE MARKER CROSS LINE D 1.00 m
WIDTH OF RACING LANES E 2.50 m
DISTANCE FROM END OF LANE LINE TO END WALL F 2.00 m
TOUCH PAD G 2.40 m x 0.90 m x 0.01 m  

FR 3 PISCINAS PARA JOGOS OLÍMPICOS E CAMPEONATOS DO MUNDO
Comprimento: 50,0 metros entre as placas electrónicas da Aparelhagem Automática, excepto
para o Campeonato do Mundo de Piscina Curta, que deve ter 25,0 metros entre as placas
electrónicas nas paredes do lado da partida e do lado das viragens.
FR 3.1 Tolerâncias das medidas conforme FR 2.2.1.
FR 3.2 Largura: 25,0 metros para os Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo.
FR 3.3 Profundidade: 2,0 metros (mínimo). São recomendados 3,0 metros
FR 3.4 Paredes: conforme FR 2.4.1.
FR 3.5 Piscinas para Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo devem estar equipadas
com caleiras em ambas as paredes testa.
FR 3.6 Número de pistas: 8 (oito).
FR 3.7 As pistas devem ter 2,5 metros de largura, com dois espaços de 2,5 metros de largura
por fora das pistas 1 e 8. Deve haver uma divisória a separar esses espaços da pista 1 e 8,
para os Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo.
FR 3.8 Divisórias de pista: As divisórias das pistas estender-se-ão ao longo do comprimento
total da piscina, presas em cada uma das paredes testas, a ganchos cravados nas paredes. Os
ganchos devem estar posicionados de modo que os flutuadores das divisórias das pistas
fiquem à superfície da água. Cada divisória será composta por flutuadores colocados em
fiada, com um diâmetro mínimo de 0,05 metros até um máximo de 0,15 metros.
Os flutuadores para a distância de 5 metros de cada um dos extremos da piscina devem ser
de cor vermelha.
Não pode haver mais do que uma divisória entre cada pista. As divisórias de pista devem
estar firmemente esticadas.
FR 3.9 Blocos de partida: conforme FR 2.7.
Excepto a superfície dos blocos deve ter uma medida de pelo menos 0,5 metros de largura x
0,6 metros de comprimento e coberto com material não escorregadio
Deve ser instalado equipamento de controlo de falsas partidas.
FR 3.10 Numeração: conforme FR 2.8.
FR 3.11
FR 3.12 Festão de falsas partidas: conforme FR 2.10.
FR 3.13 Temperatura da água: conforme: FR 2.11.
FR 3.14 Iluminação: A intensidade da luz sobre toda a piscina não deve ser inferior a 1500
lux
FR 3.15 Marcas de pista: conforme FR 2.13. A distância entre os eixos de cada marca de
pista deve ser de 2,5 metros.
FR 3.16 Se a piscina e o tanque de saltos estiverem na mesma área, a distância mínima a
separar as duas piscinas deve ser de 5,0 metros.
FR 4 APARELHAGEM AUTOMÁTICA
FR 4.1 Aparelhagem Automática e Semi-Automática regista o tempo gasto por cada nadador
e determina o lugar relativo de chegada numa prova. A avaliação e o tempo devem ter 2
casas decimais (1/100 de segundo). A Aparelhagem que seja instalada não pode interferir
com as partidas dos nadadores, viragens, ou com o funcionamento do sistema de
circulação de água.
FR 4.2 A Aparelhagem deve:
FR 4.2.1 Ser activada pelo Juiz de Partidas.
FR 4.2.2 Não ter fios à mostra no cais da piscina, se possível.
FR 4.2.3 Estar capaz de mostrar toda a informação registada para cada pista, por lugar de
chegada e por pista.
FR 4.2.4 Proporcionar leitura digital fácil, do tempo de cada Nadador.
FR 4.3 Aparelhagem de Partida
FR 4.3.1 O Juiz de Partidas deve ter um microfone para os comandos orais.
FR 4.3.2 Se é usada uma pistola, deve ser usada com um transmissor.
FR 4.3.3 O microfone e o transdutor devem estar ambos ligados aos altifalantes em cada
bloco de partida onde tanto os comandos do Juiz de partidas como o sinal de partida
possam ser ouvidos de igual modo e simultaneamente por cada Nadador.
FR 4.4 Placas Electrónicas da Aparelhagem Automática
FR 4.4.1 As medidas mínimas das placas electrónicas devem ser de 2,4 metros de largura e
0,9 metros de altura e a sua espessura deve ter 0,01 metros com uma tolerância de +/ –
0,002 metros. Deverão ficar 0,3 metros acima e 0,6 metros abaixo da superfície da água. A
aparelhagem em cada pista deve ser ligada independentemente, de modo a poder ser
controlada individualmente. A superfície das placas deve ser de uma cor brilhante e deve ter
as linhas das marcas aprovadas para as paredes extremas.
FR 4.4.2 Instalação – As placas electrónicas devem ser instaladas numa posição fixa, no
centro da pista. As placas devem ser portáteis, permitindo aos responsáveis removê-las
quando não houver competição.
FR 4.4.3 Sensibilidade – A sensibilidade das placas deve ser tal que não possam ser
accionadas pela turbulência da água, mas que por outro lado sejam accionada por um leve
toque de mão. As placas devem ser sensível na parte superior.
FR 4.4.4 Marcas – As marcas nas placas electrónicas deverão ser conforme com e
sobrepostas às marcas existentes da piscina. O perímetro e os lados das placas serão
assinalados com uma borda preta de 0,025 metros.
FR 4.4.5 Segurança – As placas devem estar protegidas contra choques eléctricos e não
podem ter extremidades afiadas.
FR 4.5 Com aparelhagem semi-automática, a chegada deve ser registada por botões
accionados por cronometristas aquando do toque do nadador.
FR 4.6 Os acessórios seguintes são essenciais para a instalação mínima de uma
aparelhagem automática:
FR 4.6.1 Impressão de toda a informação que possa ser reproduzida durante a realização de
uma prova.
FR 4.6.2 Placard de leitura para os espectadores.
FR 4.6.3 Avaliação das rendições até ao 1/100 do segundo. Quando estiverem instaladas
câmaras de vídeo, podem ser analisadas as imagens como suporte do sistema automático e
julgamento das rendições nas estafetas. Quando houver dúvidas nas rendições o sistema deve
ser verificado.
FR 4.6.4 Contador automático de percursos.
FR 4.6.5 Mostrador de tempos parciais.
FR 4.6.6 Síntese do computador.
FR 4.6.7 Correcção de toques incorrectos.
FR 4.6.8 Possibilidade de recarregar automaticamente as baterias.
FR 4.7 Para os Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo os acessórios seguintes são
essenciais
FR 4.7.1 O placard de leitura dos espectadores, deve conter pelo menos doze (10) linhas de
trinta e oito (32) caracteres, cada uma deve ser capaz de expor tanto letras como números.
Cada carácter deve ter uma altura mínima de 360 mm. Cada linha do placard de leitura
deverá subir e descer, piscar, deve ser programável e mostrar alguma animação. O placard
deve ter um tamanho mínimo de 7.5 m de largura por 4.5 m de altura.
FR 4.7.2 Deve haver um centro com ar condicionado, com dimensões de pelo menos de 6,0
metros X 3,0 metros, localizado entre 3,0 metros e 5,0 metros da parede de chegada, com
uma visão desobstruída da parede de chegada em qualquer altura da prova. O Árbitro
deve ter fácil acesso ao centro de controlo durante a competição. Em todas as outras
ocasiões o centro de controlo de estar em condições de segurança.
FR 4.7.3 Sistema de vídeo
FR 4.8 Uma aparelhagem semi-automática pode ser usada como backup para a
aparelhagem automática em provas da FINA ou noutras importantes, se houver três botões
por pista, cada um accionado por Juízes autónomos (neste caso não são necessários
outros Juízes de Chegada). Um Juiz de Viragens pode accionar um dos botões.