Mundial - Gabriel Lopes bate recorde nacional nos 200 costas

Mundial - Gabriel Lopes bate recorde nacional nos 200 costas

Gabriel Lopes bateu hoje o recorde nacional dos 200 costas no último dia do Mundial de Hangzhou (China).

O nadador do Louzan Natação terminou com a marca de 1.52,66 minutos superando o anterior máximo nacional fixado em 1.53,06 por Pedro Oliveira desde 22 de dezembro de 2012. O português terminou com o 16.º tempo, 6.º na 3.ª série, com a final a encerrar na marca de 1.50,80. De referir que o pupilo de Vitor Ferreira bateu já neste mundial também o recorde nacional dos 50 costas (23,69 e 23,75), 100 costas (51,48) e ajudou a superar os máximos na estafeta de 4x100 e 4x200 livres.

GABRIEL LOPES: “em balanço, estou muito satisfeito com a minha participação no Mundial. Foi fantástica: consegui fazer recorde nacional em todas as provas que participei, individuais e nas estafetas; fazer uma final na estafeta de 4x200 foi incrível; e ter conseguida duas qualificações dentro dos 16 primeiros em provas individuais foi muito bom. Foi um mundial muito consistente, comecei a nadar no primeiro dia e acabei no último. Foram muitos dias a competir e consegui manter o nível. Tinha como objectivo principal bater recordes pessoais em todas as provas. Na prova de 50 costas tinha também como objectivo fazer marca a baixo dos 24 segundos. Na de 200 costas aproximar o mais possível do recorde nacional. Quando nadei os 100 costas senti que podia bater o dos 200 costas mas como era no último dia já tinha nadado muitas provas… podia ter saído. Mas como disse consegui manter um bom nível ao longo de toda a semana e bater sempre recordes quando entrei na água. Estou mesmo muito satisfeito com estes campeonatos. A competição principal desta época está feita e bem feita. Agora é o Campeonato Nacional [Felgueiras] quero divertir-me e competir a bom nível. Em janeiro voltar ao trabalho duro e focar-me no trabalho para o campeonato nacional.”

Raquel Pereira encerrou a sua participação no Mundial com 2.25,28 nos 200 bruços registo que lhe deu o 18.º lugar entre 32 inscritas, 7.ª na 4.ª série. DE referir que a nadadora do Algés e Dafundo bateu nestes campeonatos o recorde nacional dos 100 estilos (1.02,07).

Portugal termina o Mundial na China com 14 recordes nacionais e 3 presenças em finais: Ana Catariana Monteiro (6.ª nos 200 mariposa ), João Vital (8.º nos 400 estilos) e estafeta de 4x200 livres (7.ª. classificada).

BALANÇO de JOSÉ MACHADO, Diretor Técnico Nacional:

“A participação da seleção nacional nos Campeonatos do Mundo ultrapassou os objetivos definidos pela Direção Técnica Nacional da Federação Portuguesa de Natação (FPN).

Esperamos que estes resultados se possam assumir como uma injeção motivacional para o próximo Campeonato Mundial de piscina longa e para o que falta cumprir até ao final do ciclo em Tóquio 2020.

Atitude competitiva exemplar dos nossos nadadores que resultou nos seguintes aspetos:

Duas finais individuais e uma final de estafeta;

11 classificações individuais dentro dos 16 primeiros;

13 Recordes Nacionais absolutos – 4 foram batidos por duas vezes;

52% de recordes pessoais;

66.7% de classificações melhores que as da ‘entry list’;

De referir como fundamental o papel dos clubes e treinadores dos nadadores;

o apoio médico e de fisioterapia;

e as condições excepcionais que foram possibilitadas no estágio pré-competitivo em Macau.”

RESULTADOS

ESTATÍSTICA PARTICIPAÇÃO NACIONAL EM HANGZHOU

(actualizado às 20h08 de 16 de dezembro de 2018)
 

Fonte: Federação Portuguesa de Natação em 16 de dezembro de 2018.

Autor: 
nadador