Agregador de notícias

Commit Swimming Set Of The Week: Short Rest Butterfly

Swimming World - Sáb, 13/10/2018 - 20:00

The post Commit Swimming Set Of The Week: Short Rest Butterfly appeared first on Swimming World News.

Welcome to Swimming World’s Set of the Week sponsored by Commit Swimming.com! This week’s set is a butterfly workout that gets in a good volume of butterfly while giving plenty

The post Commit Swimming Set Of The Week: Short Rest Butterfly appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Gibraltar vence primeiro jogo oficial da história na Arménia

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 19:53

A seleção de Gibraltar venceu hoje pela primeira vez um jogo oficial desde que ingressou na FIFA, em 2016, ao impor-se na Arménia por 1-0, em jogo do Grupo 4 da Liga das Nações D de futebol.

Em Erevan, Joseph Chipolina marcou um golo histórico, o único da partida, aos 50 minutos, na marcação de uma grande penalidade, e deu o primeiro triunfo oficial a Gibraltar, que já tinha no passado batido Letónia e Malta, mas em duelos particulares.

O jogo ficou também marcado por um engano antes do pontapé de saída, com o hino do Liechtenstein a ser tocado no estádio, em vez do de Gibraltar, o que levou à apresentação de uma queixa formal dos forasteiros e a um pedido de desculpas oficial da federação arménia.

Também na Liga D, a Geórgia ficou muito perto do apuramento no Grupo 1, após bater em casa Andorra, por 3-0, beneficiando também do empate 1-1 entre Letónia e Cazaquistão, em Riga.

Na Liga B, no Grupo 1, a República Checa alcançou a primeira vitória na prova, ao bater a Eslováquia, em Bratislava, por 2-1, e entrou na luta pela qualificação para a fase final.

Em Oslo, a Noruega venceu a Eslovénia, por 1-0, e igualou a Bulgária no topo do Grupo 3 da Liga C.

Croatia to host 2022 European Water Polo Championships

Swimming World - Sáb, 13/10/2018 - 19:52

The post Croatia to host 2022 European Water Polo Championships appeared first on Swimming World News.

At its meeting in Amsterdam, the LEN Bureau allocated the 2022 edition of the European Water Polo Championships for the city of Split (Croatia). The Bureau approved the dates of

The post Croatia to host 2022 European Water Polo Championships appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Fernando Santos encara particular com a Escócia como se fosse a sério

TSF - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 19:15
A seleção defronta este domingo a Escócia em Glasgow.

Bernardo Sousa sofre despiste no Rali do Pico

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 19:04

Segundo avança o Jornal Açores 9, o piloto madeirense Bernardo Sousa sofreu um despiste na oitava e penúltima classificativa do VII Pico Play Autoaçoreana Rali, que se está a realizar na ilha do Pico nos Açores.

Segundo ainda o Jornal Açores 9, Bernardo Sousa veio a ser transportado para o centro de saúde, tendo já sido visto pela equipa médica mantendo-se em observação, mas ao tudo indica parece que não seja algo de muito grave, o mesmo acontecendo com o seu navegador Valter Cardoso.

O líder da prova, Luís Miguel Rego veio também a sofrer consequências devido ao despites de Bernanrdo Sousa já que a sua viatura veio a embatr nas pedras projectadas para a estrada derivadas pelo despiste de Bernardo Sousa.

Why is Yoga Beneficial for Swimmers?

Swimming World - Sáb, 13/10/2018 - 19:00

The post Why is Yoga Beneficial for Swimmers? appeared first on Swimming World News.

By Kaylie Williams, Swimming World College Intern. Have you ever neglected the cool down stretching after practice and ended up regretting it the next day? Have you wondered why your

The post Why is Yoga Beneficial for Swimmers? appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Thierry Henry nomeado treinador do Mónaco, João Tralhão adjunto

TSF - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 18:49
O antigo avançado francês sucede assim ao treinador Leonardo Jardim, que esteve quatro anos no comando técnico do clube do principado.

Maratona de Lisboa com partida adiada devido ao furacão Leslie

TSF - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 17:55
Informação foi confirmada à TSF pela organização. Provas arrancam uma hora mais tarde que o previsto. Há também alterações no percurso da Meia Maratona.

Madeira SAD vence Sports Madeira no arranque do andebol feminino nacional

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 17:51

Já começou a ‘versão’ 2018/2019 do Campeonato Nacional da I Divisão feminina em andebol e, tal como tem acontecido nas épocas anteriores, as formações madeirenses do Club Sports Madeira e do Madeira Andebol SAD mediram forças na ronda inaugural da prova.

Numa partida realizada no Pavilhão da Bartolomeu Perestrelo as campeãs nacionais, tiveram que suar para conseguir vencer, e com um resultado pela margem mínima 25-26.

A vitória foi alcançada a ferros apenas na segunda parte, já que nos primeiros 30 minutos o Sports foi melhor e veio mesmo a ir para o intervalo a vencer por 14-9, contudo um parcial de 11-17 na segunda parte permitiu à SAD madeirense vencer por apenas um golo de diferença.

Torneio de futebol de Veteranos do Porto Santo continua agora com os +45

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 16:10

O Torneio de Futebol de Veteranos do Porto Santo, que arrancou esta manhã, na ilha dourada, com a competição dos +35 anos, volta ao campo para a disputa dos +45 anos.

A competição +35 Anos foi ganha por Machico. Em segundo lugar ficou a equipa do Setor Paulo e o terceiro lugar coube ao Porto Santense, a formação anfitriã.

Esta quarta edição termina hoje, por voltas das 20h30. Todos os jogos estão a ser disputados no campo número 2, do Complexo Desportivo José Lino Pestana.

Rui Patrício dispensado da seleção portuguesa para o particular com a Escócia

TSF - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 14:59
Rui Patrício junta-se a Pepe e Bernardo Silva, que tinham sido dispensados após o triunfo de quinta-feira na Polónia.

Derradeiro torneio do Circuito Golfe Empresas CGSS/DIÁRIO adiado

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 14:46

A consagração do campeão da edição de 2018 do Circuito Golfe Empresas CGSS/DIÁRIO teve que ser adiada, tudo devido às condições climatéricas que se fizeram sentir esta manhã no Santo da Serra, por ocasião da passagem da tempestade Leslie.

O quarto torneio do evento estava agendado para ter o seu início pelas 9h30 desta manhã, mas o nevoeiro, a forte chuva e vento obrigou a que a organização adia-se a derradeira prova, para outra data, podendo mesmo acontecer já no próximo fim-de-semana, apesar da decisão ainda não estar totalmente feita.

Fernando Santos encara particular com a Escócia como se fosse a sério

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 14:25

O particular de domingo com a Escócia, em Glasgow, vai ser disputado como se fosse um jogo ‘a sério’, afirmou hoje o selecionador português de futebol, que advertiu para a influência da “paixão” dos adeptos.

“Para mim, não há jogos amigáveis, há uns que valem pontos e outros que não valem pontos”, afirmou Fernando Santos, durante a conferência de imprensa de antevisão do jogo, após o treino da seleção portuguesa de futebol, em Hampden Park.

A diferença, acrescentou, é que nos jogos oficiais só se podem fazer três substituições e nos particulares, como o de domingo, é possível fazer seis, permitindo testar jogadores menos utilizados.

“Irão jogar 11 e, durante o jogo, se houver essa oportunidade, eventualmente jogarão todos”, referiu, sem adiantar qual será a equipa titular.

Em relação ao adversário, Fernando Santos falou de uma Escócia “em renovação” e que irá colocar “muitas dificuldades” a Portugal, com um futebol “muito diferente” do que a equipa lusa está habituada a enfrentar.

No jogo de quinta-feira, com Israel, que acabou com uma derrota por 2-1, a Escócia variou entre o ‘3-4-3’ com que iniciou a partida e ‘3-5-2’ da segunda parte, segundo o técnico luso.

“A equipa da Escócia é muito rápida, (com) laterais a subir muito fortes, que partem o jogo com muita facilidade, porque saem rapidamente da sua zona defensiva para a sua zona atacante e assim sucessivamente. Isso fará deste jogo um jogo em que vamos ter de pôr em campo todas as nossas competências e qualidades em termos de organização, e a nível da concentração”, acrescentou.

O selecionador luso quer controlar o jogo, para contrariar a energia e dinamismo do adversário, composto por “jogadores que nunca dão uma bola por perdida, (que) vão sempre até ao limite na sua entrega ao jogo”.

Fernando Santos manifestou respeito pela competitividade do futebol escocês, que se caracteriza por um apoio forte dos adeptos quando jogam em casa, o qual marcou as suas duas visitas como técnico ao país: em 2001, enquanto treinador do AEK Atenas, perdeu por 3-2 contra o Hibernian, na Liga Europa, e em 2006, à frente do Benfica, perdeu por 3-0 contra o Celtic, na Liga dos Campeões.

“É apaixonante jogar na Escócia, porque a paixão transmitida de fora para dentro leva os jogadores a transcenderem-se e a fazerem jogos fantásticos. Os jogadores têm de estar preparados para isso. A paixão que vem de fora para dentro é muito importante. O povo escocês é muito apaixonado pelo jogo e apoia muito as suas equipas”, advertiu o técnico.

Santos terá 22 jogadores à disposição, depois de ter dispensado Bernando Silva e Pepe, por opção técnica, após o 3-2 à Polónia, na quinta-feira, e hoje Rui Patrício, “por precaução”, mas recusou indicar quem vai ser titular, sobretudo no meio campo defensivo, onde tem alternativas como Danilo, Rúben Neves ou William Carvalho, mostrando confiança na qualidade de todos.

Porém, reiterou que o critério para a seleção da equipa e plano de jogo será a vitória da partida, que começa às 17:00 horas locais (mesma hora em Portugal), no estádio nacional de Hampden Park.

“Se tiver de escolher entre ganhar normal ou perder com nota artística, eu ganho. Eu sei que a equipa só pode ganhar se jogar bem e quero que a equipa jogue bem. Se isso depois for mais agradável à vista, é melhor para o treinador, jogadores, público e imprensa. Mas, muitas vezes as características da equipa ou aquilo que o adversário nos coloca em campo não permite. Nesse momento, a minha opção é ganhar”, resumiu.

Italiano Cassano anuncia fim da carreira futebolística, aos 36 anos

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 14:22

O italiano Antonio Cassano, antigo jogador de Real Madrid, AC Milan ou Inter de Milão, anunciou hoje o final da carreira futebolística, aos 36 anos, numa publicação na rede social Twitter em que assegura um adeus “sem remorsos”.

Cassano decidiu colocar um ponto final na etapa de jogador depois de uma semana à experiência no Virtus Entella, da Serie C italiana (terceira divisão), e de dar-se conta que já não tinha motivação suficiente para treinar-se “com continuidade”.

“Queridos amigos, chegou o dia em que decides que acabou de verdade”, escrever Cassano, numa publicação na conta de um jornalista seu amigo.

O ex-internacional italiano afirmou que “nestes dias de trabalho”, deu-se conta de que já não tinha “motivação mental” para treinar-se “diariamente”.

“Para jogar futebol, é preciso paixão e talento, mas, sobretudo, determinação e eu, neste momento, tenho outras prioridades”, disse Cassano, agradecendo a companheiros, adversários e treinadores que com ele se cruzaram.

O controverso avançado, que esteve envolvido em vários casos de indisciplina, reconheceu que, “se tivesse outro feitio poderia ter conquistado mais troféus e jogado melhor”, mas deixou claro que, ainda assim, viveu “emoções incríveis”.

“Agora, começa a segunda metade da minha vida. Estou curioso e decidido em demonstrar, sobretudo a mim mesmo, que sou capaz de fazer coisas boas, mesmo sem a ajuda dos meus pés. Obrigado a todos, de coração”, concluiu Cassano.

O italiano, autor de 10 golos em 39 jogos pela seleção italiana, que representou nos Europeus de 2004, 2008 e 2012 e no Mundial de 2014, sagrou-se campeão espanhol em 2006/07, ao serviço do Real Madrid, e transalpino em 2010/11, pelo AC Milan.

Rui Patrício dispensado da seleção portuguesa para o particular com a Escócia

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 11:58

O guarda-redes Rui Patrício foi hoje dispensado da seleção portuguesa de futebol, que joga domingo um particular na Escócia, disse à agência Lusa fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O dono da baliza da seleção ‘AA’ e do Wolverhampton apresentou “queixas físicas” e, segundo a mesma fonte, foi excluído da convocatória “por precaução”.

Rui Patrício junta-se a Pepe e Bernardo Silva, que tinham sido dispensados após o triunfo de quinta-feira na Polónia, por 3-2, para a Liga A da Liga das Nações, ficando em 22 o número de jogadores às ordens do selecionador Fernando Santos.

Para a baliza, o técnico luso poderá optar entre Beto e Cláudio Ramos, jogador do Tondela, que se pode estrear na seleção ‘AA’.

O encontro particular entre as seleções principais da Escócia e de Portugal realiza-se no domingo, pelas 17:00, no Hampden Park, em Glasgow.

Lista dos 22 convocados:

- Guarda-redes: Beto (Goztepe, Tur) e Cláudio Ramos (Tondela).

- Defesas: Cédric Soares (Southampton, Ing), João Cancelo (Juventus, Ita), Kevin Rodrigues (Real Sociedad, Esp), Luís Neto (Zenit, Rus), Mário Rui (Nápoles, Ita), Pedro Mendes (Montpellier, Fra) e Rúben Dias (Benfica).

- Médios: Bruno Fernandes (Sporting), Danilo Pereira (FC Porto), Gedson Fernandes (Benfica), Pizzi (Benfica), Renato Sanches (Bayern, Ale), Rúben Neves (Wolverhampton, Ing), Sérgio Oliveira (FC Porto) e William Carvalho (Bétis, Esp).

- Avançados: André Silva (Sevilha, Esp), Bruma (RB Leipzig, Ale), Éder (Lokomotiv Moscovo, Rus), Rafa (Benfica) e Hélder Costa (Wolverhampton, Ing).

Thierry Henry nomeado treinador do Mónaco

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 11:39

O ex-futebolista internacional francês Thierry Henry foi hoje nomeado treinador dos franceses do Mónaco, clube que comandará até 2021 e no qual terá como adjunto o português João Tralhão, que liderava os sub-23 do Benfica.

“O Mónaco anuncia a nomeação de Thierry Henry para o posto de treinador da equipa profissional. Ele compromete-se por três anos, até junho de 2021. Henry, de 41 anos, começa a trabalhar segunda-feira e será acompanhado por João Tralhão, dos sub-23 do Benfica, e Patrick Kwame Ampadu, da academia do Arsenal”, anunciou o clube, em comunicado.

Thierry Henry, que sucede ao português Leonardo Jardim, demitido após mais de quatro anos no cargo, volta, assim, ao Mónaco, clube em que se formou como jogador e alinhou entre 1993 e 1999, cumprindo um total de 141 jogos, nos quais marcou 28 golos.

“Em primeiro lugar, devo agradecer ao Mónaco, por me dar estar oportunidade de treinar esta equipa, desde clube especial para mim. Estou muito contente por voltar e extremamente determinado em ultrapassar os desafios que nos esperam. Estou ansioso por conhecer os jogadores e começar a trabalhar”, disse Henry.

Campeão do Mundo em 1998, um ano depois do título francês ao serviço dos monegascos, em 1997, Henry conta ainda no currículo de jogador com um Europeu (2000), uma ‘Champions’ (2009) e dois títulos espanhóis (2009 e 2010), pelo FC Barcelona, e dois títulos ingleses (2002 e 2004), ao serviço do Arsenal.

O gaulês, que passou também pelos New York Red Bulls, dos Estados Unidos, pertencia, desde 2016, ao ‘staff’ da seleção belga, sendo um dos adjuntos do selecionador, o espanhol Roberto Martinez, que conduziu a Bélgica ao bronze no Mundial de 2018.

“O seu conhecimento do futebol, a sua paixão pelo jogo, a sua exigência ao mais alto nível e a sua identificação às nossas cores tornaram esta nomeação uma evidência. Thierry Henry está consciente da tarefa que tem pela frente e impaciente para começar”, disse o diretor-geral do Mónaco, Vadim Vasilyev.

O vice-presidente do clube monegasco adiantou ainda que o ex-internacional gaulês conta com a “confiança e o apoio” da direção do clube para imprimir uma “nova dinâmica à equipa e levar a bom porto a sua missão”.

2018 MPSF Invitational: Top Seeds Advance but Pepperdine Looks to Crash the Party

Swimming World - Sáb, 13/10/2018 - 10:46

The post 2018 MPSF Invitational: Top Seeds Advance but Pepperdine Looks to Crash the Party appeared first on Swimming World News.

By Michael Randazzo, Swimming World Contributor Day One at the 2018 Mountain Pacific Invitational saw only one upset—Pepperdine, seeded #10, dispatched seventh-seeded UC San Diego by a score of 10-9—and

The post 2018 MPSF Invitational: Top Seeds Advance but Pepperdine Looks to Crash the Party appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Seleção portuguesa volta a treinar em Glasgow

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 10:23

A seleção portuguesa de futebol realiza hoje o último treino antes do particular de domingo com a Escócia, que irá decorrer em Hampden Park, na cidade de Glasgow.

Portugal tem uma sessão agendada para as 11:00, no palco do duelo de domingo, com os primeiros 15 minutos a serem abertos à comunicação social.

Após o treino, às 12:30, o selecionador nacional, Fernando Santos, e um jogador irão falar aos jornalistas, em conferência de imprensa, igualmente em Hampden Park.

Pepe e Bernardo Silva, que foram titulares no triunfo de quinta-feira sobre a Polónia (3-2), em encontro do Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações, foram dispensados e falham o duelo com os escoceses, juntando-se na lista de ausentes a Cristiano Ronaldo, que só regressará em 2019.

O encontro particular entre as seleções principais da Escócia e de Portugal tem início agendado para as 17:00 de domingo, no Hampden Park.

IV Torneio de Futebol de Veteranos está a decorrer no Porto Santo

Diário de Notícias - Desporto - Sáb, 13/10/2018 - 10:19

Apesar do furacão ‘Leslie’ estar a passar pelo arquipélago da Madeira, o torneio de futebol de veteranos está a realizar-se na ilha Dourada.

O vento que se faz sentir no Porto Santo com alguma intensidade, sem chuva, para já, fez com que a organização e os jogadores optassem por levar avante a competição.

O torneio desta manhã é direccionado aos jogadores com mais de 35 anos (+35). À tarde entram em campo os +45.

O quarto Torneio de Futebol de Veteranos do Porto Santo, que termina no final deste sábado, 13 de Outubro, trouxe até a ilha dourada mais 500 participantes.

Brasil tricampeão mundial: a campanha no México em 1970

Fair Play - Sáb, 13/10/2018 - 03:48

Como foi visto em outros textos, a selecção brasileira de futebol fora transformada em um instrumento de promoção de um regime político, com intervenção directa do Presidente da República. Chegava a hora de partir para a campanha no campeonato do mundo, no México. Todo um planeamento foi elaborado por Professores e profissionais de Educação Física da EsEFEx (Escola de Educação Física do Exército), no Rio de Janeiro, a fim de preparar os atletas, sobretudo em relação à altitude em que se encontravam as cidades de Guadalajara e a capital, a Cidade do México, onde o Brasil faria os seus jogos. Com boa antecedência, o Brasil viajou ao país dos Aztecas e dos Maias.

Os brasileiros ficaram no grupo 3, com Tchecoslováquia, Inglaterra e Roménia, com sede em Guadalajara. No primeiro jogo, contra os tchecoslovacos, um ‘susto’ aos 11 minutos da primeira parte com golo de Petras, 0 a 1 para os europeus. O empate aconteceu minutos mais tarde com Rivellino. Pelé e Jairzinho, duas vezes, dariam números finais ao jogo: 4 a 1. No entanto, a principal cena desta partida foi uma tentativa de golo com um remate do meio do campo de Pelé, que passou ao lado da baliza do guarda-redes Viktor. O segundo jogo foi contra os ingleses. Os dois últimos campeões do mundo de cada lado: Inglaterra em 1966 e Brasil em 1962 e 1968. Um “Duelo de Titãs”, duas grandes escolas do futebol. Uma primeira parte violenta, muito física, algumas vezes tática e ainda psicológica, que não resultou em golos. Na segunda parte os brasileiros voltaram mais ofensivos e criativos: golo de Jairzinho, após boa jogada de Tostão e Pelé. No entanto, uma vez mais, o mais bonito da partida não foi um golo, mas uma defesa do guarda-redes inglês, Gordon Banks, a um cabeceamento invulgar de Pelé, de cima para baixo, com o queixo no ombro.

O terceiro e último confronto da fase de grupos foi contra os romenos, com vitória por 3 a 2. O primeiro confronto dos quartos-de-final seria um bom conhecido dos brasileiros, outra selecção Sul-Americana, a do Peru, treinada pelo compatriota bicampeão do mundo de 1958 e 1962: Waldir ‘Didi’ Pereira. Mais um triunfo para a “Canarinha”, por 4 a 2. O Brasil avançava à meia-final e enfrentaria uma ‘pedra no sapato’: o Uruguai, cuja derrota no mundial de 1950 ainda estava engasgada. Muita apreensão, a ansiedade tomava conta e as provocações entre os jornalistas dos dois países era inevitável. Chegaram a se agredir fisicamente, inclusive. Dentro de campo, os orientais abriram o marcador com Cubilla. Um pouco antes do fim da primeira parte, Clodoaldo empata. Na segunda parte, o baile. Golo de Jairzinho, 2 a 1 Brasil. Minutos mais tarde, o corta-luz de Pelé no excelente guarda-redes uruguaio Mazurkiewicz, que por ironia do destino a bola não entrou à baliza. Pelé protagonizaria ainda uma cotovelada em Fuentes, que muitos dizem ser o revide da de Obdulio Varela em Bigode, vinte anos antes. Rivellino completava com o terceiro golo. A verdade era que o Brasil estava apurado para a grande final, contra a Itália.

Desta vez, mudança de cidade, o jogo aconteceria na capital, na Cidade do México. E o estádio: o colosso de concreto do “Azteca”. Os italianos contavam com uma grande equipa, como Boninsegna, Facchetti e Riva, que eram as referências. Na primeira parte, 1 a 1. Nos últimos 45 mintuos, um belo futebol apresentado pelos sul-americanos. Gérson, Jairzinho e um petardo em diagonal do Capitão, Sr. Carlos Alberto Torres, ao final do encontro, colocava números finais ao jogo e a posse, em definitivo, da “Taça Jules Rimet” aos brasileiros. 

Um mundial para a história e o imaginário de muitos. É tão importante para o Brasil que inúmeras cidades pelo país adoptaram ruas e de zonas com os nomes das cidades mexicanas. Por exemplo, não é incomum encontrarmos cidades com importantes vias de tráfego chamadas “Guadalajara”. México e Brasil desfrutam de excelentes relações diplomáticas bastante estimuladas pelo mundial. Os brasileiros passavam a ser os mais grandes campeões de sempre no futebol e o mito estava construído.

The post Brasil tricampeão mundial: a campanha no México em 1970 appeared first on Fair Play.

Páginas