Agregador de notícias

Benfica defronta Sertanense na estreia dos primodivisionários na Taça de Portugal

Diário de Notícias - Desporto - Qui, 18/10/2018 - 10:13

O Benfica, recordista de títulos na Taça de Portugal de futebol, assinala hoje a entrada em cena dos clubes primodivisionários na prova, ao defrontar o Sertanense, do Campeonato de Portugal, no arranque da terceira eliminatória.

O jogo entre o líder da I Liga, em igualdade com o Sporting de Braga, e o oitavo classificado da série C do terceiro escalão -- que nunca se defrontaram - tem início marcado para 20h45, no Estádio Cidade de Coimbra, devido à falta de condições do relvado do recinto da equipa da Sertã.

A equipa lisboeta, que detém o recorde de títulos da competição, com 26 troféus conquistados, deverá aproveitar o jogo para alinhar com jogadores menos utilizados, perspectivando-se a estreia a titular nesta temporada do avançado brasileiro Jonas.

Numa ronda em que as equipas da I Liga jogam na condição de visitantes com adversários de divisões inferiores - evitando dessa forma defrontarem-se -, o campeão nacional FC Porto visita na sexta-feira o Vila Real, que alinha nos campeonatos distritais.

O Sporting, derrotado na última final da prova pelo Desportivo das Aves, defronta no sábado o Loures, do Campeonato de Portugal, em Alverca, enquanto os detentores do troféu iniciam a defesa do título no domingo, no recinto do Sacavenense, também do terceiro escalão.

Gigante Adormecido ou Morto: O Saint-Étienne está de volta?

Fair Play - Qui, 18/10/2018 - 10:09

Voltamos para mais um episódio da rubrica Gigante Adormecido ou Morto! Desta feita, expandimo-nos para França, para analisarmos a vida do Saint-Étienne. Um histórico que já deu muito ao futebol francês, mas que tem estado muito longe da órbita dos títulos.

Um passado de vitórias

Apesar de desconhecido nestes termos para alguns, o Saint-Étienne, é um nome incontornável na história do futebol francês. Não só pelo vasto palmarés, a nível nacional, como também, pela qualidade dos jogadores que por lá passaram.

Importa referir os nomes do Bola d’Ouro, Michel Platini, de Laurent Blanc, o maior goleador da história da Ligue 1, Hervé Revelli, tendo tido Rudi Garcia ou Alain Perrin como treinadores.

Não obstante, o destaque máximo vai para os títulos conquistados. O Saint-Étienne é o clube francês com mais campeonatos ganhos, totalizando 10.

Os verts tiveram o seu auge nas décadas de 60 e 70, onde fizeram o “tetra” (1966–67, 1967–68, 1968–69, 1969–70) e depois o “tri” (1973–74, 1974–75, 1975–76).

Foi também nestes tempos que o clube conquistou as 6 Taças de França que tem no seu palmarés.

De referir que o Saint-Étienne chegou a estar perto dos melhores clubes europeus, chegando à final da Liga dos Campeões, em 1976 (ver foto), e à meia-final no ano antes.

Porém, nunca mais voltaram ao topo e a ganhar títulos como na 2ª metade do século XX.

A equipa que jogou a final da Liga dos Campeões em 1976. (Fonte: Wikipédia) Um presente cinzento a querer clarear

O Saint-Étienne já passou até 2 vezes pela 2ª divisão francesa nos últimos 20 anos. Algo incrível para um clube com uma história tão vitoriosa e com uns adeptos tão fervorosos e conhecidos.

Voltaram ao principal escalão, mas como já dito acima, não conseguiram voltar a conquistar títulos e a dar as alegrias que já deram no passado.

Contudo, este artigo sai também em destaque para o início de temporada que os verts estão a fazer.

Com um início de calendário, diga-se, difícil, parecem estar a mostrar algo mais do que nos anos anteriores, alcançando já a 5ª posição.

Com apenas 2 derrotas (PSG e Lille) o clube de Saint-Étienne parece ser capaz de lutar por um lugar na Europa este ano, contando com Rémy Cabella, como estrela da equipa para fazer a diferença.

Este ano, treinados pelo experiente, Jean-Louis Gasset, o Étienne conta com uma defesa experiente – Loic Perrin, Neven Subotic e Mathieu Debuchy – e um ataque bastante técnico – Wahbi Khazri e Cabella.

A equipa mostra-se ser muito móvel na frente e lutadora atrás. Com um estilo de jogo ofensivo, podem fazer um brilharete e alcançar a Europa.

No entanto, é preciso aludir para o facto de estarem ainda muito abaixo dos clubes que lutam pelo título. É preciso que ganhem o seu espaço, pouco a pouco, e que não queiram mais do que podem.

Rémy Cabella é a estrela desta equipa do Saint-Étienne. (Foto: Homme Du Match)

A pergunta, é a mesma de sempre: estará o Gigante, Adormecido ou Morto?

The post Gigante Adormecido ou Morto: O Saint-Étienne está de volta? appeared first on Fair Play.

Jogo do Madeira Andebol SAD frente ao Avanca já tem data

Diário de Notícias - Desporto - Qui, 18/10/2018 - 09:38

O Madeira Andebol SAD já ‘encontrou’ datas para a realização do encontro frente ao Avanca, partida relativa ao campeonato nacional da I Divisão em seniores masculinos e que, relembre-se, foi cancelada devido ao temporal que assolou a Região no passado fim-de-semana.

Com um calendário ‘apertado’ os responsáveis do projecto madeirense concordaram trocar a ordem do calendário ficando assim marcado para o dia 7 de novembro, em Avanca, o jogo que deveria ter lugar no Funchal. O jogo da segunda volta está agendado para 30 de Janeiro de 2019.

Tiago Monteiro regressa à competição mais de um ano após grave acidente

Diário de Notícias - Desporto - Qui, 18/10/2018 - 04:21

O piloto português Tiago Monteiro, afastado das pistas desde setembro de 2017, quando sofreu um acidente grave em Barcelona, regressa à competição em Suzuka, em 27 e 28 de outubro.

Tiago Monteiro, que compete no WTCR (Campeonato do mundo de carros de turismo), estará no Grande Prémio do Japão, ao volante do Honda Civic Type R TCR da Boutsen Ginion Racing que nas últimas corridas esteve nas mãos de Benjamin Lessennes e Ma Qinghua.

“Não há palavras para descrever a sensação de estar de volta. Houve alturas em que tudo pareceu mais complicado, mas nunca perdi a esperança nem o foco”, disse o piloto, em declarações à sua assessoria de imprensa.

O piloto, que em 2005 obteve a melhor classificação de um português na Fórmula 1, com um terceiro lugar nos Estados Unidos, sofreu um grave acidente no WTCC de 2017 (designação anterior), quando liderava a competição.

O acidente aconteceu numa sessão de testes da Honda, obrigando Tiago Monteiro a falhar as últimas provas do Mundial e toda a época de 2018, até ao seu regresso agora anunciado.

“Ter estado ao longo de todo o ano nas provas em que devia estar a correr e não o fazer, dilacerou-me, mas também me deu ainda mais força e motivação, por isso tenho a certeza que todos os meus sentimentos vão estar à flor da pele em Suzuka”, disse ainda o piloto, de 42 anos.

Na pista japonesa, na penúltima prova do campeonato, Tiago Monteiro pretende fazer um regresso cauteloso, sem objetivos desportivos.

“Quero sobretudo divertir-me e sentir-me confortável com o meu andamento para depois poder regressar em 2019 a tempo inteiro”, acrescentou, agradecendo a todos os que o apoiaram nos últimos 13 meses.

Ivan Sanchez Returns to Southern Illinois as Assistant Coach

Swimming World - Qui, 18/10/2018 - 02:41

The post Ivan Sanchez Returns to Southern Illinois as Assistant Coach appeared first on Swimming World News.

CARBONDALE, Ill. — Southern Illinois swimming and diving head coach Rick Walker has announced the hiring of Ivan Sanchez as assistant coach. Sanchez is a former Saluki, who competed from

The post Ivan Sanchez Returns to Southern Illinois as Assistant Coach appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Cate Campbell Wins Two Australian Women in Sport Awards

Swimming World - Qui, 18/10/2018 - 02:12

The post Cate Campbell Wins Two Australian Women in Sport Awards appeared first on Swimming World News.

Swimming Australia has congratulated Cate Campbell after winning two awards, including the supreme award of ‘Sports Women of the Year’, at the Women’s Health Women in Sport Awards in Sydney

The post Cate Campbell Wins Two Australian Women in Sport Awards appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Google garante que "notificou" implicados no caso que envolve e-mails e Benfica

TSF - Desporto - Qui, 18/10/2018 - 01:16
Três dos quatro blogues que revelaram e-mails estão alojados nos servidores da Google.

Piloto de ralis Kris Meeke junta-se à Toyota Gazoo Racing WRT em 2019

Diário de Notícias - Desporto - Qui, 18/10/2018 - 01:12

O piloto britânico Kris Meeke vai juntar-se à Toyota em 2019, na qual permanecem o estoniano Ott Tanak e o finlandês Jari-Matti Latvala, anunciou hoje a equipa do Mundial de ralis.

“É um grande prazer e uma enorme honra para mim tornar-me piloto da Toyota. Gostaria de agradecer à equipa pela sua fé em mim. O espírito aqui é incrível a todos os níveis e mal posso esperar por começar”, afirmou Kris Meeke, que venceu cinco ralis desde 2015, incluindo o Rali de Portugal em 2016.

Akio Toyoda, diretor executivo da Toyota Motor Corporation, mostra-se esperançoso de que “a vasta experiência de Meeke ajudará o Yaris WRC a ficar ainda melhor”, com o ex-campeão e atual ‘embaixador’ da equipa Tommi Makinen a acrescentar que estão “muito entusiasmados com a chegada de Meeke, que é muito rápido e a sua compreensão técnica é de nível elevado”.

Ott Tanak e o co-piloto Martin Jarveoja continuam na Toyota, à qual chegaram na presente temporada de 2018, em que venceram quatro ralis, estando na luta pelo campeonato.

Também continuam na equipa Jari-Matti Latvala e o co-piloto Miikka Anttila, parte importante desde a estreia da equipa em 2017 e que, nesta temporada, alcançaram quatro pódios, três dos quais nas últimas quatro rondas.

Quem abandona a Toyota é Esapekka Lappi, bem como o co-piloto Janne Ferm, que se estrearam precisamente no Rali de Portugal em 2017 e, nesta temporada, chegaram a três pódios e contribuíram para a liderança da Toyota no campeonato por equipas.

FC Port e SL Benfica por terras bávaras na Taça EHF

Fair Play - Qui, 18/10/2018 - 00:58

Os 16 vencedores qualificam-se para a fase de grupos da Taça EHF, que começará a 9 de fevereiro de 2019.

O FC Porto e o SL Benfica vão defrontar os alemães do SC Magdeburgo e do TSV Hannover, respetivamente, na terceira eliminatória da Taça EHF de andebol, de acordo com o sorteio realizado em Viena, na Áustria.

A ‘fava’ do sorteio, excluindo os alemães detentores do título Füchse Berlim e os ‘vice’ franceses Saint-Raphael, acabou por sair ao FC Porto, que vai medir forças com o semifinalista das épocas de 2016/17 e 2017/18.

Fonte: slbenfica.pt

O SC Magdeburgo já ergueu por três vezes a Taça EHF, em 1998/99, 2000/2001 e 2006/07, além de contar ainda no seu palmarés com o triunfo na Liga dos Campeões, em 2001/02.

A ‘cimeira’ luso-germânica da terceira ronda da Taça EHF, que antecede a fase de grupos, tem os jogos da primeira mão previstos para 17 e 18 de novembro e os da segunda para 24 e 25 do mesmo mês.

O sorteio realizado na sede da Federação Europeia de Andebol (EHF), em Viena, na Áustria, ditou ainda que FC Porto e Benfica jogam a primeira mão no recinto do adversário e a segunda em casa.

De referir uma triste notícia para o andebol português, o jogador de andebol do São Paio de Oleiros André Campos faleceu na noite de segunda-feira vítima de uma paragem cardíaca enquanto treinava.

O incidente com o jovem de 23 anos aconteceu ainda durante o início da sessão. O jogador caiu no chão e o INEM foi desde logo chamado, mas as tentativas de reanimação foram infrutíferas.

O corpo do jovem, filho de Amadeu Campos, um antigo jogador, foi removido do local por volta da uma da manhã.

O FairPlay endereça as mais sentidas condolências à família e amigos de André Campos, assim como ao clube São Paio de Oleiros.

The post FC Port e SL Benfica por terras bávaras na Taça EHF appeared first on Fair Play.

Seleção feminina sub-19 de futsal vence Jogos Olímpicos da Juventude

TSF - Desporto - Qui, 18/10/2018 - 00:29
Portuguesas venceram o Japão por 4-1.

Foi surpresa, agora é exemplo de superação. Tudo começou com a bicicleta amarela

TSF - Desporto - Qua, 17/10/2018 - 21:57
Rui Vinhas venceu a Volta a Portugal em 2016 e venceu-se a si próprio, também na Volta, em 2018.

Jogos esquecidos que traçaram o rumo da História

Fair Play - Qua, 17/10/2018 - 21:47
Atenas, 29 de Junho de 2007 Qualificação para a Liga Europeia de Futebol de Praia 2007 Israel 6 – 6 Rússia (6 – 7 nas grandes penalidades)

Uma partida que muito poucos recordarão, mas permanecerá sempre como uma das mais decisivas (senão mesmo a mais marcante) na definição da História do Futebol de Praia na última década. Corria o ano de 2007, quando duas equipas da periferia do continente europeu empreendiam os primeiros passos na modalidade. Na época, a Liga Europeia disputava-se segundo moldes muito diferentes dos actuais, num sistema feudal que prestava vassalagem aos tradicionais Portugal, Espanha, Itália e França concedendo-lhes a entrada directa no lote de 8 equipas que disputavam a divisão A europeia, cabendo às outras selecções a oportunidade de lutar por uma das 4 vagas restantes. O evento de qualificação durou apenas 3 dias e realizou-se na capital grega, em grupos de 3 cujos vencedores carimbavam o passaporte para a Liga Europeia. A Grécia, como anfitriã e selecção mais experiente (participara na Liga Europeia em 2006), foi sorteada no grupo B, juntamente com os novatos de Israel e a não novata mas então inexperiente Rússia. Coube aos anfitriões a honra de descansar no primeiro dia e assistir a um embate titânico entre Moscovo e Telavive, de que não se esperava muito a não ser a definição do segundo lugar do grupo…

Se os executantes de uma e de outra selecção eram até então desconhecidos, o certo é que proigalizaram um verdadeiro espectáculo de futebol de praia, impondo desde cedo um ritmo alucinante na partida e mantendo a imprevisibilidade no resultado até ao fim. Os czares começaram em vantagem, por 2-0, mas 2 golos quase seguidos do capitão israelita Tzahi Ilos acabariam por repor a igualdade no marcador ainda no 1º período. Novo golo russo e pronta resposta de Ilos, fazendo o 3-3. O ímpeto israelita crescia na partida e, num 2º período de grande fulgor, o número 10 hebraico anotaria mais 3 golos, completando o hattrick duplo e deixando a Rússia numa situação muito delicada. A qualificação para a Liga Europeia e a entrada na elite do futebol de praia continental e mundial nesse ano de 2007 pareceriam, decerto, uma miragem nesses instantes de grande aflição com 6-3 no marcador. Todavia, a frieza russa daria provas do seu poder pela primeira de muitas vezes nessa temporada e nos anos que se lhe seguiriam, restabelecendo a igualdade a 6 bolas já no 3º período, feito a que ãno foram alheiros os bis de Leonov e Shaykov, que principiavam a emergir como figures chave da selecção russa. Os comandados de Nikolay Pisarev acabariam por vencer a partida nas grandes penalidades – um duelo infindável no qual Israel acabaria por ser derrotado pela frieza do nordeste europeu.

A nação do Mediterrâneo ainda sonhou com o apuramento para a Liga Europeia quando derrotou a Grécia no segundo dia de competição, ansiando por um triunfo helénico diante dos russos no último dia de competição, mas seria mesmo a Rússia a derrotar a infeliz selecção da casa por 5-1 e a assegurar a qualificação para a Liga Europeia com um pleno de vitórias. Seguir-se-ia um percurso irrepreensível da surpreendente Rússia na elite europeia, vencendo duas etapas da fase regular (San Benedetto del Tronto e Tignes) e classificando-se na primeira posição do ranking, bem como um honroso 3º lugar na Superfinal e consequente qualificação para o campeonato do mundo no Rio de Janeiro. Estavam lançadas as bases do sucesso de uma selecção que não mais abandonaria a elite europeia e mundial, precisando apenas de mais 2 anos para se sagrar campeã europeia (em Vila Real de Santo António, em Agosto de 2009) e outros dois até alcançar o ceptro de campeã mundial (Ravenna, Setembro de 2011). Caso a Rússia não tivesse vencido Israel nesse primeiro encontro, o crescimento russo teria encontrado um entrave severo nessa ocasião, sendo as aspirações de Moscovo adiadas pelo menos um ano e sem garantias de sucesso, atendendo à elevada competitividade que uma Rússia inexperiente enfrentaria quer na qualificação para a Liga Europeia quer na qualificação para o mundial. Teria a Rússia continuado a investir ao ponto de se tornar a superpotência que é hoje? É algo que nunca iremos saber.

The post Jogos esquecidos que traçaram o rumo da História appeared first on Fair Play.

"Enorme vontade de fazer história." Rui Vitória e a motivação do Sertanense

TSF - Desporto - Qua, 17/10/2018 - 20:42
Televisão, "vontade de fazer história" e um "estádio bonito" são alguns dos fatores de motivação que o treinador dos encarnados aponta.

Henry não esquece Leonardo Jardim e diz que o trabalho do madeirense “ficará para sempre”

Diário de Notícias - Desporto - Qua, 17/10/2018 - 19:22

Thierry Henry regressa a uma casa que bem conhece, não tivesse sido no Mónaco que deu os primeiros passos para a ribalta do futebol. Desta feita, o francês de 41 anos volta ao principado na qualidade de técnico principal, nesta que será a sua primeira aventura como treinador.

O legado, esse, é enorme, e talvez por isso na hora de falar pela primeira vez aos jornalistas, esta quarta-feira, o gaulês não esqueceu o trabalho feito pelo madeirense Leonardo Jardim, a quem endereçou algumas palavras de consideração pelo legado que deixou.

“O trabalho de Leonardo Jardim ficará para sempre”, evidenciou Thierry Henry, que deixou o cargo de treinador adjunto da selecção belga para orientar precisamente os ‘Les Rouge et Blanc’.

Férias merecidas

Entretanto, Leonardo Jardim, que nem é muito fã de actualizar a sua conta de Facebook, publicou no passado dia 12 de Outubro uma foto em que mostra o seu estado de espírito após a rescisão.

De férias, o madeirense parece que irá esquecer por uns tempos os relvados, apesar das diversas mensagens dos seus seguidores para que volte ao trabalho rapidamente.

E começou mais um ano de NBA!

Fair Play - Qua, 17/10/2018 - 18:06

FINALMENTE!! O dia que todos os fanáticos, fãs e adeptos da NBA esperavam chegou! O início de uma nova época desportiva da melhor liga de basquetebol do mundo. O FairPlay não poderia deixar passar este dia em claro, e tal como fez o ano passado, analisamos aquilo que foram os dois primeiros jogos do ano.

Golden State Warriors vs Oklahoma City Thunder

Dos dois jogos, começamos pela Conferência Oeste, um jogo que foi, claramente, uma disputa de inicio de temporada, em que o ritmo acelerado, chegou a dar lugar a algumas decisões mal tomadas, com uma equipa de Golden State bem trabalhada, e com uma equipa de Oklahoma ainda a descobrir as melhores soluções dentro da equipa.

Começando pela equipa visitante, os Thunder viram-se privados da sua melhor arma de ataque, Russell Westbrook, que está a contas com uma lesão, e Andre Roberson, que também se encontra parado desde o ano passado devido a uma lesão, que embora não seja um jogador dos mais ameaçadores a nível de ataque, é um dos grandes defensores da NBA, sendo, assim, essencial para os OKC.

Em relação ao jogo propriamente dito, viu-se uma diferença significativa em relação ao primeiro jogo de OKC do ano passado. A equipa de Oklahoma começou a pensar mais o jogo, sem precipitar qualquer jogada, e sem lançar triplos em todas as jogadas. Nesta vertente, é essencial destacar a presença de um base muito inteligente a jogar como Dennis Schroder e a saída de um jogador que estava claramente a mais em OKC, Carmelo Anthony.

A verdade, é que a ideia que sai deste primeiro de muitos jogos, é que um BIG 4 com Schroder, Westbrook, George e Adams é mais perigoso que um com Carmelo Anthony.

Em relação aos bi-campeões da NBA, a equipa mostrou-se muito bem trabalhada, mantendo a base dos quatro jogadores que tornaram possível este título back-to-back.

A única dúvida neste jogo era quem iria jogar na posição de poste, sendo que DeMarcus Cousins ainda está lesionado, e Iguodala está cada vez mais lento. A aposta do FairPlay era Jordan Bell, que o ano passado tinha cumprido a espaços, mas Steve Kerr acabou por apostar em Damian Jones e a verdade é que o jovem jogador também foi importante na luta debaixo do cesto.

Curry e Durant estiveram a um nível avassalador, sendo que assim que Cousins estiver apto, percebe-se que os GSW vão arrombar com tudo aquilo que existe na liga. Não podemos deixar de considerar, também o muito bom banco que a equipa de Oakland tem com Quinn Cook, Jerebko, Iguodala, Livingston e Looney (uma segunda equipa melhor que muitas primeiras equipas de franchises da NBA).

Boston Celtics vs Philadelphia 76ers

Que jogo tão diferente do primeiro! Se um foi bem jogado e houve más decisões a espaços, este teve espaços que foram bem jogados.

Boston entrou com o melhor 5 possível, sendo que neste momento, é a previsão do FairPlay para ser o único 5 capaz de derrotar GSW nas Finais.

Hayward voltou depois de na época passada ter jogado apenas 5 minutos antes de partir a perna no jogo de abertura contra Cleveland, Kyrie também voltou de uma lesão que o afastou dos playoffs do ano passado, e por isso quem se mostrou melhor neste jogo foi Jayson Tatum. Um jogador cuja evolução tem sido meteórica e que este ano pode bem ser um dos melhores jogadores da NBA, num dos melhores franchises da NBA.

Acabou o jogo com 23 pontos e 9 ressaltos, mas aquilo que fez jogar, à falta de capacidade de liderança de um muito pouco confiante Kyrie, foi impressionante. A maior surpresa, pela positiva, deste jogo.

Outra grande surpresa foi a assertividade do banco de Boston. Os mais de 40 pontos vindos do banco, divididos por Marcus Morris (que jogo!!), Terry Rozier (outro grande jogo!), Marcus Smart e Baynes (já mete triplos) foram a grande vantagem aos 76ers.

Estes 76ers ainda têm muito que trabalhar!! Se o ano passado, a curiosidade estava em ver como é que a equipa se ia desdobrar, este ano o jogo dos 76ers foi muito previsível. Ben Simmons usou em excesso o ataque ao cesto e o 1 para 1 debaixo do cesto, permitindo à equipa de Boston o double-team. Joel Embiid esteve sempre muito longe do cesto o que não lhe facilitou em nada o seu jogo, defendido por um irrepreensível Al Horford.

Mas a maior desgraça dos 76ers foi a apatia de Fultz. Sem ritmo, sem lançamento, sem visão de jogo. Este primeiro jogo a titular não foi nada promissor e a continuar assim não deve demorar muito tempo até Redick assumir a titularidade ao lado de Ben Simmons no backcourt de Philly.

 

 

The post E começou mais um ano de NBA! appeared first on Fair Play.

Six-Time South Carolina State Champ Chloe Corbitt Gives Verbal to Rice

Swimming World - Qua, 17/10/2018 - 17:03

The post Six-Time South Carolina State Champ Chloe Corbitt Gives Verbal to Rice appeared first on Swimming World News.

NEW COMMIT: Hilton Head Island, S.C. native Chloe Corbitt has announced her verbal intention to swim for Rice University as a member of the class of 2023. Corbitt swims year-round for Hilton Head

The post Six-Time South Carolina State Champ Chloe Corbitt Gives Verbal to Rice appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Fugiu de Cuba e agora quer ser o melhor do mundo por Portugal

TSF - Desporto - Qua, 17/10/2018 - 16:52
Pedro Pablo Pichardo ultrapassou a barreira dos 18 metros por duas vezes na carreira, feito só alcançado por cinco atletas na modalidade. O reencontro com o pai e treinador, foi o motivo para o "salto" para a Europa, e para Portugal.

Emory Women, Denison Men on Top of CSCAA Division III Pre-Season Poll

Swimming World - Qua, 17/10/2018 - 16:45

The post Emory Women, Denison Men on Top of CSCAA Division III Pre-Season Poll appeared first on Swimming World News.

October 17, 2018 – The College Swimming and Diving Coaches Association of America (CSCAA) have released their first TYR Top 25 Dual Meet Swimming and Diving Poll of the 2018-19

The post Emory Women, Denison Men on Top of CSCAA Division III Pre-Season Poll appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Queens Leads CSCAA Pre-Season Division II Poll

Swimming World - Qua, 17/10/2018 - 16:38

The post Queens Leads CSCAA Pre-Season Division II Poll appeared first on Swimming World News.

October 17, 2018 – The College Swimming and Diving Coaches Association of America (CSCAA) have released their first TYR Top 25 Dual Meet Swimming and Diving Poll of the 2018-19 season. 

The post Queens Leads CSCAA Pre-Season Division II Poll appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Governo Regional reforça apoios para o Desporto Adaptado já em 2018/2019

Diário de Notícias - Desporto - Qua, 17/10/2018 - 16:01

A Madeira passará a contar já na época 2018/2019 com um reforço no apoio às iniciativas que envolvem o Desporto Adaptado.

A notícia foi confirmada pelo Director Regional da Juventude e Desporto, David Gome, por ocasião da apresentação pública da Taça do Mundo de Paratriatlo e Taça da Europa de Triatlo que se realiza nos próximos dias 27 e 28 de Outubro na cidade do Funchal.

“Posso afirmar que o PRAD (Plano Regional de Apoio ao Desporto) para 2018/2019 irá majorar os apoios às iniciativas que envolvam o desporto adaptada. A Madeira cada vez mais, está mais sensibilizada para o desporto adaptado, ou paralímpico sendo um grande pólo em termos internacionais na realização de competição a grande escala assim como em iniciativas formativas relacionadas com esta realidade.”

De referir que no dia 28 de Outubro a Madeira servirá de palco, pela primeira vez de uma prova internacional de paratriatlo, desta feita a oitava e derradeira etapa da Taça do Mundo de 2018. Para além da competição, a Região irá ainda acolher um programa de acções formativas da Federação Internacional de Triatlo com especial destaque para o seminário internacional de formação de classificadores de Paratriatlo, assim como a formação para classificação internacional de Paratriatletas Estas acções irão decorrer entre os dias 24 a 27 de Outubro no Casino Pestana.

Páginas