Agregador de notícias

Dyego Sousa entrou para ‘acudir’ o Braga que segue em frente na Taça

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 22:21

Um golo do brasileiro Dyego Sousa deu hoje a vitória ao Sporting de Braga na visita ao Felgueiras 1932, por 1-0, e qualificou o líder da I Liga de futebol para a quarta eliminatória da Taça de Portugal.

A formação bracarense, que lidera o campeonato a par com o Benfica, chegou ao triunfo graças ao golo de Dyego Sousa, marcado aos 86 minutos, tornando-se na 16.ª equipa do principal escalão apurada para os 16 avos de final da prova ‘rainha’.

Portimonense e Nacional foram os únicos primodivisionários eliminados na terceira ronda.

No sorteio da quarta eliminatória, marcado para 30 de outubro, além de 16 clubes da I Liga, vão estar ainda seis clubes da II Liga (Leixões, Cova da Piedade, Arouca, Paços de Ferreira, Sporting da Covilhã e Penafiel), oito do Campeonato de Portugal (Sporting de Espinho, Praiense, União da Madeira, Águeda, Casa Pia, Lusitano Vildemoinhos, Montalegre e Anadia) e dois dos distritais (Vale Formoso e Silves).

Cinco anos depois, Raikkönen vence uma corrida. Hamilton adia título mundial

TSF - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 22:16
Hamilton precisava de ficar dois lugares à frente de Vettel para conquista o título.

Marítimo ‘empatou’ Sporting debaixo de chuva intensa, veja o vídeo

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 22:15

Em jogo a contar para a 4.ª jornada da liga de futebol feminino, o Marítimo empatou a uma bola, esta tarde, com o Sporting, no Campo do Andorinha, debaixo de chuva intensa.

As verde-rubras até começaram a perder, fruto de um tento apontado pela leonina Ana Capeta, aos 69 minutos, mas Telma Encarnação - que assinou esta semana contrato profissional pelo Marítimo -, estabeleceu o resultado final em 1-1, já bem perto do fim do jogo.

Fique com o vídeo dos melhores momentos.

Olympiacos de Pedro Martins soma terceiro jogo sem vencer no campeonato

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 21:33

O Olympiacos, treinado pelo português Pedro Martins, perdeu hoje na visita ao OFI Creta, por 1-0, e somou o terceiro jogo sem vencer no campeonato grego de futebol, em jogo da sétima jornada.

Um golo do avançado costa-marfinense Vouho, que já alinhou por Santa Clara, Académica, Sporting da Covilhã e Atlético, aos 36 minutos, foi suficiente para o OFI conquistar a primeira vitória na competição e impor a segunda ao Olympiacos, que alinhou a tempo inteiro com Roderick e Daniel Podence.

O Olympiacos segue no quarto lugar, com 13 pontos, menos seis do que o PAOK Salónica, que hoje, com Vieirinha durante os 90 minutos, foi vencer por 2-1 no recinto do Aris Salónica, que apresentou Bruno Gama a titular e Hugo Sousa a partir dos 24 minutos.

Cláudio Braga assume que o Marítimo tinha de decidir mais cedo e elogia Charles

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 20:10

O treinador do Marítimo, Cláudio Braga, elogiou o Moura depois eliminar a formação do Alentejo na Taça de Portugal, mas não se mostrou muito feliz com a prestação dos seus pupilos apesar da passagem à 4.ª eliminatória da competição.

“Tínhamos a obrigação de decidir mais cedo. Falhámos muitas oportunidades e temos de corrigir”, assumiu o técnico verde-rubro que considerou ter pela frente “uma equipa muito bem montada e que vai ter um bom futuro”.

Quanto ao herói da partida, o guarda-redes Charles, que defendeu três grandes penalidades, houve uma palavra de apreço: “Foi muito forte”, aferiu.

Lusitano de Vildemoinhos vence duelo alvinegro e elimina Nacional da Taça

TSF - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 20:07
Equipa de Vildemoinhos joga no terceiro escalão do futebol nacional.

Mulheres do Marítimo travaram campeãs nacionais e festejaram efusivamente

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 20:00

Em jogo a contar para a 4.ª jornada da liga de futebol feminino, o Marítimo empatou a uma bola, esta tarde, com o Sporting, no Campo do Andorinha.

As verde-rubras até começaram a perder, fruto de um tento apontado pela leonina Ana Capeta, aos 69 minutos, mas Telma Encarnação - que assinou esta semana contrato profissional pelo Marítimo -, estabeleceu o resultado final em 1-1, já bem perto do fim do jogo.

A festa das jogadoras no final da partida, frente às actuais campeãs nacionais, foi bem evidente a comprovar pelo vídeo partilhado pelo clube, no Facebook.

Com este resultado, o Marítimo segue no sexto lugar da classificação, com cinco pontos averbados, enquanto o Sporting (3.º), com 10 pontos, perdeu a liderança do campeonato, agora partilhada entre Braga e Atlético Ouriense.

“Fomos médios a roçar o medíocre”, critica Costinha

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 19:02

Costinha não poupou nas críticas ao seu plantel após a eliminação na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal aos pés do Lusitano de Vildemoinhos, por 4-3.

Em declarações reproduzidas pela Agência Lusa, o treinador alvinegro parabenizou o conjunto adversário e diz que não houve ‘tomba-gigantes’, porque o Nacional não esteve bem em toda a partida.

“Parabéns ao Lusitano, aos adeptos e também aos adeptos do Nacional. O que aconteceu foi um Lusitano que quis mais do que a equipa do Nacional. Só há surpresas se as equipas teoricamente favoritas não colocarem em campo aquilo que sabem fazer. Não houve ‘tomba-gigantes’ porque não o fomos, fomos médios por vezes a roçar o medíocre. A equipa tem de fazer mais, tinha essa obrigação. Não fomos capazes. Marcámos três golos e consentimos quatro. A equipa do Lusitano acreditou mais e ter um jogador a mais nos minutos finais não é desculpa. Acima de tudo, hoje não estivemos ao nosso nível”.

Division III Recap: Queens Maintains Reign Over Emory

Swimming World - Dom, 21/10/2018 - 18:50

The post Division III Recap: Queens Maintains Reign Over Emory appeared first on Swimming World News.

As is usually the case early in the season, the top of the NCAA Division III rankings were shaken up significantly this weekend, as some teams dove into their first

The post Division III Recap: Queens Maintains Reign Over Emory appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Marítimo foi mais forte nos penáltis e passa na Taça de Portugal

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 17:49

O Marítimo venceu o Moura, na Taça de Portugal, depois de bater o conjunto alentejano nas grandes penalidades, por 3-4, e bem pode agradecer ao guarda-redes Charles. O brasileiro foi a grande figura do encontro depois de defender três penáltis.

Recorde-se que, no Alentejo, os verde-rubros não conseguiram impor-se ao Moura Atlético Clube, acabando por não concretizar qualquer tento, à semelhança da formação que milita no Campeonato de Portugal, que criou várias dificuldades ao conjunto que viajou desde a Madeira. Um empate a zero bolas foi então o resultado que os pupilos de Cláudio Braga obtiveram, antes de decidir tudo na transformação de penáltis.

Penáltis decidem futuro do Marítimo na Taça de Portugal

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 17:35

O Marítimo não conseguiu bater o Moura Atlético Clube, quer no tempo regulamentar, quer no prolongamento, e o futuro da formação insular, na Taça de Portugal, será decidido na transformação de grandes penalidades.

No Alentejo, os verde-rubros não conseguiram impor-se ao Moura Atlético Clube, acabando por não concretizar qualquer tento, à semelhança da formação que milita no Campeonato de Portugal, que criou várias dificuldades ao conjunto que viajou desde a Madeira. 0-0 foi então o resultado que os pupilos de Cláudio Braga obtiveram, antes de decidir tudo na transformação de penáltis.

Nacional eliminado da Taça de Portugal pelo Lusitano de Vildemoinhos

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 17:31

Em Viseu assistiu-se a um verdadeiro ‘jogo de loucos’, que acabou com a eliminação do Nacional aos pés do Lusitano de Vildemoinhos, por 4-3, após prolongamento.

O Nacional adiantou-se no marcador por intermédio de Jota, aos 17 minutos, mas o Lusitano de Vildemoinhos respondeu com um golo de Nuno Rodrigues. Ainda antes do intervalo Júlio César devolveu a vantagem aos alvinegros, resultado com que as equipas recolheram aos balneários. No segundo tempo, o Lusitano de Vildemoinhos voltou a empatar a contenda, por Murilo Rosa, na conversão de uma grande penalidade, estabelecendo assim uma igualdade a duas bolas, resultado que levou a partida para prolongamento.

E no prolongamento o jogo frenético a que se assistiu no tempo regulamentar prosseguiu. Júlio César viria a bisar na partida, já depois de Jota receber ordem de expulsão directa, mas o Lusitano de Vildemoinhos arranjou ‘forças’ para dar a volta ao resultado. Primeiro por Edgar Lopes (109’) e depois por Paulo Oliveira (114’), consumando assim a eliminação do conjunto insular da Taça de Portugal.

Marítimo e Nacional vão a prolongamento na Taça de Portugal

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 16:52

Tanto o Marítimo como o Nacional terão de ir a prolongamento nos seus respectivos jogos a contar para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Os verde-rubros estão empatados a zero frente ao Moura, no Alentejo, estando a passar por várias dificuldades, ao passo que os alvinegros, depois de estarem a vencer o Lusitano de Vildemoinhos por duas ocasiões, deixaram-se empatar (2-2).

Quem já carimbou o passaporte para a próxima fase foi o União da Madeira, que venceu esta tarde o União de Santiago, por 2-0, no Complexo Desportivo da Madeira. Os golos unionistas foram apontados por Adelaja, aos quatro minutos, e Luizinho, aos 49.

Siga aqui a transmissão televisiva do jogo entre Moura e Marítimo para a Taça de Portugal

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 14:59

O Moura Atlético Clube transmite em directo o jogo com o Marítimo na sua conta oficial de Facebook, dado que a partida não será televisionada.

Momentos antes de o clube ter anunciado a transmissão, ontem à tarde, já havia sido emitido um outro comunicado a afirmar que a Federação Portugal de Futebol (FPF) não havia autorizado, mas a verdade é que o órgão que tutela o futebol português cedeu nas pretensões da formação do Alentejo.

O Marítimo conta também com uma falange de apoio que se deslocou ao recinto, neste caso a claque ‘Fanatics 13’, que fez questão de partilhar a digressão até ao Alentejo nas redes sociais.

Pode também ouvir o relato através da emissão da Rádio Planície, clicando aqui.

50 Year Lookback of 1968 Mexico City Olympics: Don Schollander Anchors USA to 4×200 Free Relay Gold on Day Five

Swimming World - Dom, 21/10/2018 - 13:30

The post 50 Year Lookback of 1968 Mexico City Olympics: Don Schollander Anchors USA to 4×200 Free Relay Gold on Day Five appeared first on Swimming World News.

Each day through October 26, Swimming World will take you back 50 years to the 1968 Mexico City Olympics, and will re-tell the stories of those Games through archived meet

The post 50 Year Lookback of 1968 Mexico City Olympics: Don Schollander Anchors USA to 4×200 Free Relay Gold on Day Five appeared first on Swimming World News.

Categorias: Natação Mundial

Marc Márquez sagra-se pentacampeão em MotoGP e desloca o ombro nos festejos

TSF - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 11:52
Márquez tem agora 296 pontos, mais 96 do que Dovizioso, que ainda terminou na 18.ª posição, ficando a zeros.

Benfica e FC Porto tentam ficar mais perto dos ‘oitavos’

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 11:45

Benfica e FC Porto procuram, na terceira jornada da Liga dos Campeões de futebol, isolar-se na liderança dos respetivos grupos e ficar mais perto do apuramento, numa ronda marcada pelo regresso de Cristiano Ronaldo a Old Trafford.

Logo na terça-feira, o Benfica desloca-se a Amesterdão para defrontar o Ajax, enquanto o FC Porto entra em campo no dia seguinte, no terreno do campeão russo, o Lokomotiv Moscovo, de Manuel Fernandes e Éder.

Após cumprir um jogo de suspensão na Juventus, Cristiano Ronaldo vai regressar à ação na ‘Champions’ e logo perante o Manchester United, seu antigo clube, e o seu compatriota José Mourinho, antigo treinador no Real Madrid.

A terceira ronda pode também ser determinante para a vida de Julen Lopetegui no Real Madrid, já que leva quatro derrotas e um empate nos últimos jogos disputados em todas as provas, incluindo um desaire em Moscovo perante o CSKA (1-0).

No grupo E, o Benfica, que não vai poder contra Rúben Dias, castigado, tem uma difícil deslocação ao campo do Ajax, num duelo que pode ser determinante para o futuro dos ‘encarnados’ na competição.

Com o Bayern Munique como principal candidato a vencer o agrupamento, os holandeses aparecem como adversários directos do clube da Luz na luta pelos oitavos de final, num grupo em que o AEK Atenas é cada vez mais ‘outsider’, com duas derrotas em dois jogos.

O Benfica desloca-se a Amesterdão após um triunfo sobre o Sertanense, por 3-0, para a Taça de Portugal, num jogo que permitiu ao técnico Rui Vitória poupar grande parte dos habituais titulares.

Por seu lado, na última jornada, o Ajax alcançou um surpreendente empate na casa do Bayern Munique (1-1), num encontro em que os holandeses até protagonizaram as melhores oportunidades de golo do encontro.

Um triunfo em Amesterdão, e uma derrota ou empate do Bayern em Atenas, deixa o Benfica no topo do grupo e com o caminho aberto para chegar aos ‘oitavos’.

Difícil também promete ser a deslocação do FC Porto ao campo do Lokomotiv Moscovo, já que os russos estão ‘desesperados’ por pontos, depois de um início desastroso de competição no grupo D.

Um triunfo na capital russa deixa os campeões portugueses com um pé na próxima eliminatória e os russos praticamente eliminados, enquanto Galatasaray e Schalke 04 medem força em Istambul.

Tal como o Benfica, o FC Porto iniciou com sucesso a campanha na Taça de Portugal, com uma goleada sobre o Vila Real, por 6-0, com Sérgio Conceição a poder poupar as suas principais figuras.

O jogo ‘grande’ da ronda acontece em Old Trafford, com a Juventus, de Ronaldo, a defrontar o Manchester United, com Mourinho a ganhar novo fôlego após um empate no campo do Chelsea (2-2), para o campeonato.

Na sua antiga casa, de regresso após castigo, Ronaldo vai tentar alcançar o seu primeiro golo na ‘Champions’ com a camisola da Juventus e ajudar os italianos a reforçar a liderança do grupo H.

Por seu lado, um triunfo sobre os campeões italianos pode relançar ainda mais a temporada de Mourinho no Manchester United e serenar as inúmeras criticas que o técnico português tem sofrido neste inicio de época.

No outro jogo do grupo, o Valência, de Gonçalo Guedes e Ruben Vezo, tenta a primeira vitória na prova no terreno dos suíços do Young Boys, que só têm derrotas.

No grupo G, o Real Madrid, vencedor das últimas três edições da ‘Champions’, é ‘super favorito’ na receção ao Plzen, embora receba os checos em plena crise e com Julen Lopetegui desesperado por regressar aos triunfos.

No Santiago Bernabéu, uma surpreendente derrota ou até um empate podem ditar o adeus prematuro do antigo treinador do FC Porto ao clube ‘merengue’.

Destaque ainda para o embate entre o Shakhtar Donetsk, do técnico Paulo Fonseca, e o Manchester City, de Bernardo Silva.

Cristiano Ronaldo marca quase sempre e nunca perdeu com ex-clubes

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 11:42

O futebolista português Cristiano Ronaldo regressa na terça-feira a Old Trafford, um problema para o Manchester United, já que o ‘capitão’ da seleção lusa marca quase sempre e nunca perdeu com as ex-clubes.

Frente aos ‘red devils’, que representou entre 2003/04 e 2008/09, e ao Sporting, clube no qual se formou e alinhou até 2002/03, Ronaldo contabiliza cinco golos, em apenas sete jogos, nos quais conseguiu seis vitórias e um empate.

Agora na Juventus, clube no qual ingressou no último defeso, depois de nove épocas ao serviço do Real Madrid (2009/10 a 2017/18), Ronaldo vai defrontar o Manchester United, em encontro da terceira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Na anterior visita ao ‘teatro dos sonhos’, Cristiano Ronaldo foi decisivo no triunfo do Real Madrid, ao apontar, aos 69 minutos, o tento da vitória do ‘onze’ de José Mourinho, por 2-1, na segunda mão dos ‘oitavos’ da ‘Champions’, após o 1-1 na capital espanhola.

Três minutos depois de Modric empatar o jogo e a eliminatória, com um grande remate de fora da área, o internacional luso marcou com um desvio à boca da baliza, após um cruzamento do argentino Higuaín, pedindo desculpa aos adeptos.

O encontro e a eliminatória ficaram marcados pela expulsão do também internacional luso Nani, que deixou os ingleses com 10 aos 56 minutos do jogo em Old Trafford, depois de ter centrado para o autogolo de Sérgio Ramos, aos 48.

Cristiano Ronaldo acabou por decidir a eliminatória, depois de já ter facturado no Bernabéu, restabelecendo, então, igualmente sem festejos, o empate, com um cabeceamento no ‘quinto andar’, após centro da esquerda do argentino Di Maria.

O português ainda enfrentou uma terceira vez o Manchester United, já com Mourinho do lado inglês, e venceu por 2-1, conquistando a Supertaça Europeia de 2017, mas num jogo em que entrou apenas a sete minutos do fim.

Se os reencontros com os ingleses só trouxeram alegrias a Ronaldo, face ao Sporting o seu pecúlio é ainda melhor, com três golos apontados, todos determinantes, e quatro vitórias, em quatro jogos, todos da fase de grupos da ‘Champions’.

No primeiro regresso a Alvalade, na época 2007/08, mais precisamente em 19 de setembro de 2007, o futebolista madeirense decidiu o jogo com um cabeceamento junto à relva, à entrada da pequena área, aos 62 minutos. Pediu desculpa.

Em Old Trafford, os ‘leões’ estiveram a ganhar, com um tento de Abel, atual treinador do Sporting de Braga, aos 21 minutos, mas o argentino Tevez empatou, aos 61, e, já nos descontos, aos 90+2, Cristiano Ronaldo decidiu num livre soberbo, baptizado de ‘tomahawk’, que, desta vez, não resistiu a celebrar.

Nove anos volvidos, em 2016/17, Ronaldo reencontrou-se com o Sporting, agora como jogador do Real Madrid e, no Bernabéu, o ‘filme’ quase se repetiu, de novo com os ‘leões’ a saírem na frente, agora com um golo de Bruno César, aos 49 minutos.

A vitória dos comandados de Jorge Jesus parecia possível, mas, aos 89 minutos, Ronaldo, com mais um ‘tomahawk’, voltou a bater Rui Patrício, pedindo desculpas. Para o Sporting, o pior veio nos descontos, com Morata a selar o triunfo dos ‘merengues’ (2-1).

Em Alvalade, no segundo jogo, Ronaldo deu, finalmente, ‘descanso’, aos ‘leões’, mas o Real Madrid ganhou novamente por 2-1, com tentos de Varane e Benzema, este último aos 87 minutos, sete depois de Adrien Silva empatar de penálti.

<PRE>

- Os sete jogos de Cristiano Ronaldo face aos ex-clubes:

Época Data Prova Jogo Ronaldo

06/07 19/09/07 LC/FG1 Sporting - Manchester United (CR), 0-1 87 (T)(G)

(Cristiano Ronaldo 62)

06/07 27/11/07 LC/FG5 Manchester United (CR) - Sporting, 2-1 90 (T)(G)

(Carlos Tevez 61, Cristiano Ronaldo 90+2/ Abel Ferreira 21)

12/13 13/02/13 LC/OF1 Real Madrid (CR) - Manchester United, 1-1 90 (T)(G)

(Cristiano Ronaldo 30/ Danny Welbeck 20)

12/13 05/03/13 LC/OF2 Manchester United - Real Madrid (CR), 1-2 90 (T)(G)

(Sergio Ramos 48pb/ Luka Modric 66, Cristiano Ronaldo 69)

16/17 14/09/16 LC/FG1 Real Madrid (CR) - Sporting, 2-1 90 (T)(G)

(Cristiano Ronaldo 89, Álvaro Morata 90+4/ Bruno César 48)

16/17 22/11/16 LC/FG5 Sporting - Real Madrid (CR), 1-2 90 (T)

(Adrien Silva 80gp/ Raphael Varane 29, Karim Benzema 87)

17/18 08/08/17 STE Real Madrid (CR) - Manchester United, 2-1 07 (S)

(Casemiro 23, Isco 52/ Lukaku 62)

- Balanço: J V E D GOLOS

Contra Sporting 4 4 0 0 3

Contra Manchester United 3 2 1 0 2

Total (contra ex-clubes): 7 6 1 0 5

Mourinho e Ronaldo ‘gigantes’ reencontram-se em ‘maré baixa’

Diário de Notícias - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 11:39

José Mourinho e o Cristiano Ronaldo, os dois ‘gigantes’ do futebol português do século XXI, reencontram-se na terça-feira em Old Trafford, numa fase complicada para ambos, por motivos bem diferentes.

Após um 2017/18 em ‘branco’, Mourinho não tem conseguido resultados e exibições que agradem no Manchester United e a permanência está tremida, enquanto Ronaldo viu o seu mediatismo saltar para fora do campo, ao vir à tona uma acusação de violação.

O reencontro vai dar-se, assim, com os dois portugueses em ‘baixa’, eles que, ao longo do século, têm sido quase sempre notícia pelos feitos conquistados no relvado, um a orientar e o outro a jogar e a marcar, ambos como poucos, muito poucos.

A cumprir a terceira época no Manchester United, Mourinho está em claras dificuldades desportivas, bastando ver que, concluídas nove jornadas, é o único dos seis ‘grandes’ de Inglaterra fora dos seis primeiros lugares da ‘Premier League’, já a nove pontos do líder, rival e campeão Manchester City.

O seu adeus ao clube já foi dado como quase certo e, em 06 de outubro, parecia inevitável, quando, após 10 minutos, o Newcastle vencia em Old Trafford por 2-0, resultado que ainda se mantinha a cerca de 20 minutos do final. Salvou-se sobre o final (3-2).

No sábado, voltou a não ganhar, mas desta vez no reduto do Chelsea, onde virou de 0-1 para 2-1 e acabou ‘empatado’ (2-2) na parte final do período de descontos.

A permanência do técnico no United, que já caiu da Taça da Liga, em casa, perante o ‘secundário’ Derby County, e que na ‘Champions’ é segundo no grupo H, apenas atrás da Juventus, de Cristiano Ronaldo, parece, no entanto, mais do que periclitante.

Os problemas vão, aliás, muito além dos resultados, pois os adeptos, ‘mal’ habituados aos anos de glória de ‘sir’ Alex Ferguson, também não ‘simpatizam’ muito com a qualidade futebolística apresentada pelos ‘red devils’.

Na primeira época, em 2016/17, Mourinho não lutou pelo título, acabando em sexto, a ‘longínquos’ 24 pontos do campeão Chelsea, mas foi ‘amparado’ pela conquista de três troféus, a Liga Europa, a Taça da Liga inglesa e a Supertaça Europeia.

A segunda temporada, ‘abençoada’ para o técnico luso por todos os clubes que passava, acabou por ser uma grande desilusão, com o United a ser segundo no campeonato, mas a 19 pontos do vizinho City, e não conquistar qualquer prova.

Os ‘red devils’ perderam, logo a abrir a época, a Supertaça Europeia, face ao Real Madrid (1-2), no anterior reencontro de Mourinho com Ronaldo, e depois caíram na final da Taça da Liga, face ao Chelsea, vencedor por 1-0.

Depois de uma época em ‘branco’, a terceira época do técnico luso no United - que não vence o campeonato desde o adeus de Ferguson, em 2012/13, após 26 anos e meio no clube -- também arrancou com o ‘pé esquerdo’ e tarda a endireitar, apesar de os dois últimos resultados serem mas animadores: ‘virada’ frente ao Nezcastle e empate em casa do Chelsea.

Um grande triunfo sobre a Juventus poderia dar nova alma a Mourinho, mas, no regresso a Old Trafford, Ronaldo vai querer, certamente, repetir o que conseguiu na anterior visita (2012/13): ganhar e marcar, então pelo Real Madrid, de Mourinho.

Ronaldo chega a Manchester como um ídolo - para uns adeptos que, entre 2003/03 e 2008/09, viram um miúdo franzino, uma promessa, cheia de talento, transformar-se em ‘Bola de Ouro’ -, mas envolto em problemas extradesportivos.

O ‘capitão’ da selecção lusa é acusado de violação, num caso que remonta a 2009, de umas férias com familiares em Las Vegas, nos Estados Unidos, precisamente antes de trocar o clube de Old Trafford pelos ‘merengues’, então por um montante recorde.

A norte-americana Kathryn Mayorga é a outra protagonista deste caso, ao dizer que foi violada pelo jogador português, que, por voz própria e dos advogados, já negou todas as acusações, afirmando que se tratou de uma relação consentida.

O certo é que, e volvida quase uma década, o caso assumiu um mediatismo à escala mundial, trazendo mais problemas fora do campo ao jogador luso, num ano também marcado pelo conflito que teve com o fisco espanhol, devido a fuga aos impostos.

Ronaldo negou, durante muito tempo, que tivesse defraudado o fisco espanhol, mas, segundo relatos da imprensa, nomeadamente da agência espanhola EFE, acabou por chegar a acordo para pagar 19 milhões de euros, com uma condenação de dois anos de prisão, e dar-se como culpado de quatro delitos fiscais.

Depois de, alegadamente, resolver o problema com o fisco espanhol, situação pela qual também passou Mourinho, apareceu, porém, o da alegada violação, complicando o início da sua nova vida desportiva na Juventus.

Num começo de época conturbado, Ronaldo não deixou de marcar golos, embora não em catadupa, mas já somou uma expulsão, algo injusta, em Valência, na ‘Champions’, e optou por abandonar, pelo menos temporariamente, a selecção portuguesa.

Miguel Oliveira termina Grande Prémio do Japão em terceiro lugar, mas continua "motivado"

TSF - Desporto - Dom, 21/10/2018 - 09:59
O piloto português terminou na quarta posição. No entanto, subiu depois à terceira posição, após a desqualificação do primeiro classificado, por uso ilegal de pressão nos pneus.

Páginas