Natação Nacional

Adriano Niz distinguido com prémio “Consagração” de “O Minhoto”

Chlorus - Qua, 13/03/2019 - 11:50

Adriano Niz foi distinguido esta segunda-feira com o prémio “Consagração” na 22.ª Gala dos Troféus Desportivos “O Minhoto”, realizada em Celorico de Basto.

“É um orgulho receber este prémio referente à minha carreira. Sinto-te honrado por tudo o que fiz pela natação e pelo que ainda desejo passar neste meio aquático que tanto adoro”, escreveu o nadador do Grupo Desportivo de Famalicão na sua página do Facebook.

“Obrigado a todos aqueles que contribuíram para que a minha passagem por esta aventura aquática tenha sido inesquecível. Sozinhos podemos ir mais rápido, mas juntos vamos mais longe”, frisou o atleta nortenho.

Currículo desportivo: 1 Jogos Olímpicos (2004); 4 Mundiais (Finalista); 10 Europeus (Finalista); 108 Recordes Nacionais; 101 Títulos Nacionais; 3 Títulos Nacionais Clubes 1° Divisão; Vencedor Multinations e Taça Latina; Vice-campeão Taça do Mundo; 3 Títulos Campeão Mundo Master; 3 Títulos Campeão Europa Master; 80 Recordes Nacionais Master; 47 Títulos Nacionais Master.

O conteúdo Adriano Niz distinguido com prémio “Consagração” de “O Minhoto” aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Ângela Gordino única portuguesa na lista de árbitros FINA

Chlorus - Qua, 13/03/2019 - 11:39

Ângela Gordino é a única portuguesa na lista de árbitros FINA de natação artística no período entre 1 de janeiro e 31 de dezembro deste ano, segundo dados divulgados pela entidade máxima mundial.

A juíza da Associação de Natação do Centro Norte de Portugal já constava dos quadros da FINA no ano anterior.

O conteúdo Ângela Gordino única portuguesa na lista de árbitros FINA aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

José Paulo Lopes conquista troféu “O Minhoto”

Chlorus - Ter, 12/03/2019 - 16:07

José Paulo Lopes, nadador do Sporting de Braga, conquistou esta segunda-feira o prémio na categoria de “Natação”, na 22.ª Gala dos Troféus Desportivos “O Minhoto” realizada em Celorico de Basto.

O troféu foi entregue pelo seu treinador Luís Cameira.

O conteúdo José Paulo Lopes conquista troféu “O Minhoto” aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Quatro portugueses ascendem à lista de árbitros FINA

Chlorus - Ter, 12/03/2019 - 15:29

Vasco Lopes da Silva, da Associação de Natação do Alentejo, Sérgio Manso, José Pedro Brandão e Tiago Marques, da Associação de Natação de Lisboa, ascenderam à lista de árbitros FINA, segundo dados divulgados esta semana pela entidade máxima mundial.

O período de permanência nesta lista, que se iniciou a 1 de janeiro deste ano, termina a 31 de dezembro de 2022. Clique aqui para ver lista completa.

No quadro de árbitros FINA mantêm-se, desde 1 de janeiro de 2017 até 31 de dezembro de 2020, os árbitros portugueses Ana Paula Canas, Filipa Gonçalves, Pedro Graça e Dalila Lira. Clique aqui para ver lista completa.

 

O conteúdo Quatro portugueses ascendem à lista de árbitros FINA aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Convocados da ANNP para a quinta ação do Plano Nacional de Deteção de Talentos

Chlorus - Ter, 12/03/2019 - 14:49

A Associação de Natação do Norte de Portugal divulgou esta terça-feira os jogadores convocados para a quinta atividade de treino e desenvolvimento regional do Plano Nacional de Deteção de Talentos de Infantis Femininos e Masculinos (13h45) e Sub-12 mistos (15h15), a ter lugar na Piscina Municipal de Paços de Ferreira no dia 17 de março.

A ação será acreditada pelo IPDJ.

Convocados:

Infantis masculinos

Mauro Teixeira (Amarantus);

António Pereira, Marcos Rocha, João Monteiro e Mário Coelho (Fluvial);

Gabriel Sampaio, Pedro Teixeira, Tiago Mendes, Tiago Costa e Simão Monteiro (Foca);

João Pires, Rui Amorim e Jorge Pinheiro (Gondomar);

Rodrigo Teixeira e João Ferreira (Leixões);

José Araújo e João Salgado (Vitória SC);

Gabriel Sousa, Nuno Silva, Gonçalo Magalhães e Hugo Pereira (Lousada);

Francisco Brito, Leandro Almeida, João Vicente e Dinis Pinto (Aquático Pacense);

Hugo Costa, Tiago Caetano e Tiago Morais (Paredes);

Octávio Mata, António Dias, Tomás Carvalho, Afonso Bouça, Tiago Vieira e Eduardo Pinto (Naval Povoense)

Infantis femininos

Inês Magalhães, Inês Sousa, Carolina Teixeira e Joana Pereira (Amarantus);

Lídia Rocha, Cosnier Siloee e Maria Graça Sottomayor (Fluvial);

Ana Monteiro, Maria Maldonado e Mafalda Rodrigues (Gondomar);

Ana Nunes e Rita Meneses (Lousada);

Mariana Saraiva e Bruna Martins (Naval Povoense);

Carolina Quinhentas, Ângela Sousa e Maria Barbosa (Aquático Pacense);

Beatriz Sousa, Leonor Sousa, Maria Dias, Lara Costa e Adriana Delgado (Paredes);

Sara Miranda, Maria Almeida, Marisa Araújo, Carolina Rodrigues e Mafalda Magalhães (Vitória SC)

Sub-12 mistos

Gonçalo Luís, Duarte Ferraz, Pedro Pinto, Matilde Pinto, Mateus Ribeiro, Ricardo Morais, Joana Abreu e Letícia Silva (Amarantus);

Nicolas Zibecchi, Xavier Olizabal e Susana Lopes (Fluvial);

Simão Medeiros, Hélder Félix, Duarte Pinto, João Almeida e Lara Medeiros (Foca);

Rafael Monteiro, Guilherme Miranda e Matilde Canedo (Gondomar);

José Gomes e Benjamim Abreu (Leixões);

Rodrigo Faria, Vítor Oliveira e Ana Ferreira (Lousada);

Morgan Azevedo, Gonçalo Branco e Miguel Oliveira (Vitória SC);

Eduardo Chilro (Colégio de Lamas);

Francisco Vicente, Luana Matos, Manuel Vicente, Tomás Ferreira, Rodrigo Carneiro e Luana Matos (Aquático Pacense);

Francisco Ferraz, Maria Ribeiro, Joana Rodrigues, Alexandra Guimarães, Mafalda Moreira, Joana Nogueira, Leonardo Rodrigues, Tiago Mendes, Ivo Costa e Renato Ferreira (Paredes);

Rodrigo Morais, Miguel Costa, Gonçalo Torres, Luís Branco, Tiago Santos, Tomás Lopes, João Lemos e Henrique Coelho (Naval Povoense)

O conteúdo Convocados da ANNP para a quinta ação do Plano Nacional de Deteção de Talentos aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Simão Dias e Inês Louro com melhores performances no Meeting do Fundão

Chlorus - Ter, 12/03/2019 - 13:24

Simão Dias (Clube de Natação da Guarda) com 471 pontos nos 100 estilos (1.04,62) e Inês Silva (AN Albicastrense) com 487 pontos nos 50 bruços (36,39) foram os nadadores com melhores performances no VII Meeting Cidade do Fundão que se realizou este domingo na Piscina Municipal.

A competição contou com a participação de 179 atletas em representação de oito clubes.

Resultados

Créditos da foto: Clube de Natação do Fundão

O conteúdo Simão Dias e Inês Louro com melhores performances no Meeting do Fundão aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Helena Barros distinguida pelo Comité Olímpico de Portugal

Chlorus - Ter, 12/03/2019 - 13:06

Helena Barros foi uma das 11 treinadoras, possuidoras de currículo desportivo de referência, distinguidas pelo Comité Olímpico de Portugal (COP) que assinalou esta segunda-feira o Dia Internacional da Mulher.

“É uma honra ser reconhecida. As pessoas valem pela sua competência, não por serem homem ou mulher. Tenho a sorte de ter convivido com homens que acreditam no trabalho das mulheres”, afirmou a treinadora de polo aquático do Sport Algés e Dafundo, em declarações ao site do COP.

Os critérios que estiveram na base da distinção foram o mérito desportivo no alto rendimento; pioneirismo em modalidades predominantemente dominadas por homens; em modalidades que, pela sua natureza e história, têm uma maior incidência de elementos do sexo feminino; o facto de serem treinadoras de diferentes gerações; e treinadoras dentro do movimento olímpico e não olímpico; com destaque no trabalho realizado ao nível dos escalões de formação.

Currículo desportivo de Helena Barros:

Treinadora de polo aquático de Grau III; Campeã Nacional da 1.ª Divisão Masculina (2006/2007) e vencedora da Taça de Portugal Masculina pelo CN Amadora; coordenadora técnica nacional da FP Natação e treinadora adjunta da Seleção Nacional Absoluta Masculina entre 2008 e 2012, com a qual conquistou por duas vezes o Torneio das 6 Nações; vice-campeã nacional da 2.ª Divisão Masculina pelo Sport Algés e Dafundo (2016/2017 e 2017/2018).

Créditos da foto: COP

O conteúdo Helena Barros distinguida pelo Comité Olímpico de Portugal aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Ariana Carapinha e Guilherme Cardoso superam os 500 pontos no Campeonato Interdistrital de Infantis

Chlorus - Seg, 11/03/2019 - 17:22

O Crasto e o Clube de Vouzela, da Associação de Natação do Centro Norte de Portugal, Fundação Beatriz Santos, da Associação de Natação de Coimbra, e Bairro dos Anjos e Náutico da Marinha Grande, da Associação de Natação do Distrito de Leiria, foram os primeiros classificados dos medalheiros dos Campeonatos Interdistritais de Infantis que juntou as três associações no passado fim de semana na Mealhada.

Laura Pina (O Crasto) com 474 pontos nos 400m livres (5.00,76) e Ariana Carapinha (Náutico da Marinha Grande) com 558 pontos nos 400m livres (4.44,77) foram os nadadores com melhores performances em Infantis A.

Já em Infantis B, Duarte Fernandes (Fundação Beatriz Santos) com 428 pontos nos 1500m livres (18.45,29) e Guilherme Cardoso (Columbófila Cantanhedense) com 521 pontos nos 1500m livres (17.33,60) foram os atletas mais pontuados.

Resultados

Créditos da foto: ANCNP

O conteúdo Ariana Carapinha e Guilherme Cardoso superam os 500 pontos no Campeonato Interdistrital de Infantis aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Benfica primeiro no medalheiro dos Regionais de Infantis de Lisboa

Chlorus - Seg, 11/03/2019 - 15:13

O Benfica garantiu o primeiro lugar no medalheiro dos Campeonatos Regionais de Infantis de piscina curta que se realizaram de sexta-feira a domingo na Piscina das Palmeiras, em Setúbal.

A equipa encarnada somou 18 medalhas de ouro, 8 de prata e 8 de bronze, seguida da Gesloures com 13 de ouro, 5 de prata e 4 de bronze e do Clube de Natação da Amadora com 6 de ouro, 3 de prata e 2 de bronze.

Maria Leonor Coelho (Sport Lisboa e Benfica) com 525 pontos nos 100m livres (1.02,26) e André Marques (Sport Lisboa e Benfica) com 487 pontos nos 1500m livres (17.57,87) foram os nadadores com melhores performances.

Participaram 242 atletas (114 masculinos e 128 femininos) em representação de 29 clubes.

Resultados

Créditos da foto: Clube Naval Setubalense – Natação Pura Facebook

O conteúdo Benfica primeiro no medalheiro dos Regionais de Infantis de Lisboa aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Jorge Crespo distinguido com Medalha de Ouro

Chlorus - Seg, 11/03/2019 - 14:49

Jorge Crespo, diretor-técnico regional de natação pura da Associação de Natação do Centro Norte de Portugal, foi distinguido com a Medalha de Ouro desta instituição, tendo sido entregue este domingo durante o Campeonato Interdistrital de Infantis, na Mealhada, pelo presidente Manuel Pereira.

Este galardão foi atribuído em Assembleia Geral e que entre outros pontos se destacam os mais de 25 anos sem interrupção dedicados a esta associação.

Créditos da foto: ANCNP

O conteúdo Jorge Crespo distinguido com Medalha de Ouro aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Árbitro ameaçado de morte à saída da piscina

Chlorus - Seg, 11/03/2019 - 13:33

O árbitro internacional Luís Santos foi ameaçado de morte na última sexta-feira alegadamente por um adepto do Clube Naval Povoense, após o jogo entre o Vitória de Guimarães e o clube poveiro, do Campeonato Regional A20 masculinos da ANNP, realizado na Piscina Municipal de Guimarães, apurou o Chlorus.

Segundo relatos de testemunhas no local, aquele que é o melhor árbitro português da atualidade, acompanhado pelo outro juiz da partida Rui Lobo Bandeira, terá sido interpelado por um familiar de um jogador da equipa da Póvoa de Varzim quando saía das instalações desportivas e, no percurso até ao parque de estacionamento, com cerca de 100 metros de distância, foi “injuriado e ameaçado de morte” por esse adepto que o perseguiu até ao automóvel.

“És um filho da p…, eu mato-te, não morres aqui hoje, mas sei onde tu e os teus param, mando-te matar filho da p…” foram algumas expressões que o adepto poveiro terá proferido a Luís Santos enquanto o seguia nas costas, segundo adiantaram testemunhas ao Chlorus.

Vários casos de violência e de ameaças contra árbitros se têm registado durante esta época, estando a viver-se um dos momentos mais conturbados para a segurança dos juízes.

Ainda há cerca de um mês, os árbitros do jogo do Campeonato de Portugal A2 masculino, entre o Foca e o Fluvial Portuense B, terão sido alvo de agressões quando saíam da piscina.

O conteúdo Árbitro ameaçado de morte à saída da piscina aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

FC Porto e Famalicão dominam Regionais de Infantis da ANNP

Chlorus - Seg, 11/03/2019 - 11:38

FC Porto e Grupo Desportivo de Famalicão garantiram os primeiros lugares nos medalheiros de Infantis A e Infantis B, respetivamente, nos Campeonatos Regionais da categoria da Associação de Natação do Norte de Portugal em piscina curta, que se realizaram no último fim de semana na Piscina Municipal de Penafiel.

Em Infantis A, o FC Porto garantiu o primeiro posto com 9 de ouro, 7 de prata e 5 de bronze, seguido do Famalicão com 8 de ouro, 2 de prata e 3 de bronze do Vitória Sport Clube com 4 de ouro e 1 de prata.

Em Infantis B, o Famalicão foi primeiro com 7 de ouro, 8 de prata e 5 de bronze, à frente da Associação Tubarões de Gaia com 6 de ouro, 3 de prata e 1 de bronze e da Associação Desportiva de Penafiel com 4 de ouro, 3 de prata e 5 de bronze.

No total de Infantis A e B, os famalicenses somaram 15 medalhas de ouro, 7 de prata e 8 de bronze, seguido do FC Porto com 14 de ouro, 12 de prata e 8 de bronze e da Associação Desportiva de Penafiel com 5 de ouro, 3 de prata e 5 de bronze.

Os nadadores com melhores performances na competição foram Afonso Silva (Famalicão) com 482 pontos nos 200m livres (2.06,73) e Lia Gomes (Vitória Sport Clube) com 533 pontos nos 400m livres (4.49,12).

Participaram 210 atletas (113 masculinos e 97 femininos) em representação de 20 clubes.

Resultados

O conteúdo FC Porto e Famalicão dominam Regionais de Infantis da ANNP aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Sporting de Braga avaliado pelo LABIOMEP

Chlorus - Dom, 10/03/2019 - 10:22

A equipa do Sporting de Braga realizou este sábado “uma avaliação técnica, na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP), com o apoio do Laboratório de Biomecânica do Porto e da Federação Portuguesa de Natação”, lê-se na página de Facebook da natação dos bracarenses.

Créditos da foto: SCBraga Natação Facebook

O conteúdo Sporting de Braga avaliado pelo LABIOMEP aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Centenário do Belenenses – Tanque Caldo Verde, Centro de Recrutamento de prometedores nadadores

Chlorus - Dom, 10/03/2019 - 09:10

Considerando-se o muito que o Belenenses já então fazia a favor da natação, é-lhe concedida a autorização para utilizar o Tanque do Jardim do Ultramar, que serviu para mostruário de crocodilos quando da Exposição do Mundo Português.

Era como um dia escreveu Vítor Serpa, “uma fingida piscina  que todavia servia, precariamente é certo, para os jovens da Ajuda e Belém aprenderam a nadar através dos ensinamentos dos treinadores que o Belenenses para ali destacava “aqui se diga, se chamava caldo verde derivado a enormes quantidades de verduras que se criavam no fundo e nas paredes que todos os anos pelo início da época  os dirigentes e os nadadores faziam as limpezas, também a enormes quantidades de peixes existentes, muitas eram as vezes que acompanhavam as braçadas dos nadadores. Mais se diga que o Tanque tinha 80 metros divididos por duas partes de trinta metros, tinha a dividir a escadaria que dava entrada para o Museu e debaixo tinha uma caixa a onde se encontravam os peixes. Também este tanque servia para no período do verão, no tempo de muito calor, de fornecer água para regar o Jardim do Palácio da Presidência da República.

Havia alturas em que se treinava com apenas um metro de água, com as mãos à roçar no fundo, que fazia levantar lodo e a verdura, apesar destes contratempos nunca se deixou de treinar. Este tanque passou a ser mais conhecido como “Caldo Verde” por várias gerações que por lá passaram e foram muitas centenas. Entre elas o atual diretor do jornal A BOla Vítor Serpa, aprendeu ali a nadar, tendo participado em provas como principiante.

A cedência do Tanque deu como consequência imediata das escolas, que teve muita adesão de muita gente jovem dos bairros periféricos. Daqui saiu muita gente que levou o nome do clube bem alto na natação competitiva nacional, e no polo aquático. Para que isto acontecesse ninguém pôde calcular o que se sofreu e o que se fez com tão pequenos recursos.

Entretanto, da geração de antigos nadadores, nasceu uma geração de dirigentes e até treinadores.

As tarefas então distribuídas, no princípio do ressurgimento, os nadadores eram, simultaneamente, secionistas e professores das escolas. Armando Mendes, que cometeu a proeza de ser campeão nacional, em mariposa, quando a equipa do Belenenses era apenas ele e mais seis.

Nestas alturas, surgiram nadadores que começaram a darem nas vistas, como Edmundo Leal da Silva, Alberto Morais, Lúcio Faria, Orlando Nascimento, José Modesto, Nuno Sampaio, Homero Serpa, Humberto Azevedo, Carlos Casinhas, Manuel Conceição, Jorge Ferreira, António Soares. A este grupo se juntaram outros mais novos e outros que vieram de outros clubes. Este aconteceu na época de 1954 como foi o meu caso, vindo do Adicense e seguiu-se José Manuel Pintassilgo, Algés, Albano Fidalgo, Estoril. Assim, surgiram depois os primeiros resultados de relevo a nível regional como nacionais. Assim, como ótimos resultados nas provas de rio e mar, e bons resultados em polo aquático. Assim como nas provas de rio e mar e bons resultados no polo aquático.

A natação feminina começou a dar nas vistas, com as categorias de formação a evidenciarem-se, derivado ao nível do ensino, por parte dos técnicos, que muitos deram os próprios nadadores que no final dos treinos se prontificava para os ensinar as técnicas mais difíceis. O grupo era muito bem constituído e saíram bons valores, como Cidália Nogueira, Maria João Queimado, Maria Manuela Viegas, Maria Virgínia, Natalina Silva, Silvina Ramalheira, Maria Helena Delfina, Aida Matoso, Maria Astrides, Manuela Pires, Maria Antonieta, Rosa Nogueira, Fernanda Antunes, Maria Luiza Flecha Gonçalves, Palmira Godinho Pais e muitas outras que vieram mais tarde a integrarem-se na equipa.

No próximo capítulo do Centenário do Belenenses, nos anos 60, teve um nadador com a melhor marca Mundial do Estreito de Gibraltar. Durante 45 anos, executada no mês de setembro de 1962, mês do nascimento do Clube Futebol “Os” Belenenses.

O conteúdo Centenário do Belenenses – Tanque Caldo Verde, Centro de Recrutamento de prometedores nadadores aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Maia organiza sessão de esclarecimento de psicologia em contexto desportivo

Chlorus - Sex, 08/03/2019 - 16:43

O Clube de Natação da Maia promove esta sexta-feira uma sessão de esclarecimento subordinada ao tema “Psicologia em Contexto Desportivo”, a ter lugar, a partir das 20h15, nas Piscinas Municipais de Águas Santas, na Maia.

A sessão é destinada aos nadadores do clube maiato.

O conteúdo Maia organiza sessão de esclarecimento de psicologia em contexto desportivo aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Diana Durães e Telma Monteiro juntas a celebrar o Dia da Mulher

Chlorus - Sex, 08/03/2019 - 15:23

O Benfica lançou esta sexta-feira um vídeo de celebração do Dia Internacional da Mulher, onde a nadadora Diana Durães surge com a judoca Telma Monteiro, entre outras atletas do clube.

Veja o vídeo:

https://chlorus.pt/wp-content/uploads/2019/03/54392135_1990473077914139_4990412763271984340_n.mp4

O conteúdo Diana Durães e Telma Monteiro juntas a celebrar o Dia da Mulher aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Quem é que queres ser? CLIP motiva nadadores infantis

Chlorus - Sex, 08/03/2019 - 14:54

O CLIP lançou esta sexta-feira um vídeo motivacional para os seus atletas infantis que vão participar este fim de semana nos Campeonatos Regionais de piscina curta, em Penafiel.

“Carvalhos… Catarinas Monteiros… Nascimentos e Durães… melhores de sempre… e tu? Quem és? Quem é que seres ser?  Já sabes? Agora mostra-o”, lê-se na página de Facebook do clube portuense.

Veja o vídeo: 

https://chlorus.pt/wp-content/uploads/2019/03/10000000_153902278891560_7400312689457601175_n.mp4

O conteúdo Quem é que queres ser? CLIP motiva nadadores infantis aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

História do estilo de costas – Os mais longínquos antecedentes

Chlorus - Sex, 08/03/2019 - 14:18

Ainda que se possa crer que o estilo de costas já se nadava na antiguidade, não nos consta que tenha ficado registado em qualquer documentação, seja escrita ou gráfica, de maneira que a primeira notícia devidamente documentada deste estilo temos num livro titulado “Colymbetes sive de arte natandi. Dialogus feftiuus et iucundus lectu” (isto é, para os, suponho, muitos que não entendem o idioma latino, “Colymbetes ou a arte de nadar. Diálogo festivo e de agradável leitura”), obra do alemão Nicolas Wynmann, editado no 1538 (primeiro livro de natação impresso), e no qual explica-se uma forma de nadar de costas que vamos comentar para os nossos leitores. Brevemente, o livro descreve o diálogo entre duas personagens: um, Pampiro, instrutor de natação, que oferece seus conhecimentos da arte de nadar ao seu amigo, Erotes, neste caso o seu discípulo.

No capítulo dedicado ao estilo de costas, pode-se ler o seguinte:

“Pampiro: …mas também há outra forma de nadar que é barriga pra acima.

Erotes: advertência oportuna, pois eu também já tenho visto alguns destes nadadores, e devo confessar minha surpresa diante da sua perícia.

Pamp.: a verdade é que esta forma de nadar se tem feito mais para exibição e diversão do público que por necessidade ou utilidade. Assim e tudo, presta atenção e não creias que os que nadam neste estilo o fazem mais repousadamente.

Erot.: pois olha, que eu assim o achava.

Pamp.: atende, os que nadam de costas executam, pouco mais ou menos, os mesmos movimentos que os que nadam barriga para abaixo, ainda que, é verdade, seja maior o risco que há de golpear desordenadamente a superfície da água com pés e mãos, de forma que a espuma e a ondulação da água não te permitam respirar convenientemente pela boca entreaberta.

Erot.: seguro estou disto.

Pamp.: se desejas apreender a nadar neste estilo, necessário vai ser que te lembres de tudo o que acabo de te dizer, de forma que o possas aplicar no teu caso. E agora, vou oferecer-te uma demostração visual.

Erot.: muito bem, vamos ver!

Pamp.: e depois de mim, vais ser tu quem provarás de o fazer.

Erot.: e podes estar seguro que porei toda a minha melhor vontade para converter-me no teu imitador. A arte engendra arte. Com que suavidade nadas, sem mexer tão sequer a água!

Pamp.: é a arte. Viste bem, Erotes, em todos os seus pormenores?

Erot.: bem seguro estou.

Pamp.: olha e grava bem na tua cabeça, para que depois sejas capaz de o repetir.

Erot.: com todas as minhas forças e não duvido que com a tua ajuda bem cedo serei capaz de nadar neste estilo.

Pamp.: e daqui deriva-se uma norma, se é que queres aparecer imóvel sobre a água, de maneira que te vejam vivo os que te veem flutuando.

Erot.: E qual é esta norma?

Pamp.: Estendes-te de barriga para cima com a cabeça e os pés na horizontal.

Erot.: de acordo.

Pamp.: mantém os pés bem juntos.

Erot.: faço.

Pamp.: Tua postura será a do morto que está no féretro.

Erot.: como aquele tronco que segundo nosso irrefutável Esopo deu-se-lhas de soberano nas lascivas, irrefreáveis e delicadas rãs?

Pamp.: exatamente; e agora olha: ajustarás os cotovelos aos dois costados, fazendo vibrar as mãos como no ar agitam imóveis suas asas as aves rapinadoras, ou na água suas aletas os peixes. Mãos que não devem entrar em diagonal, como antes, senão como se cortaram fatias muto finas, ou for a folha da faca que se afia com a pedra. E se queres, para flutuar ainda um pouco mais, manterás a respiração ao limite da tua resistência, inflando o corpo enquanto deixas escapar o ar pelo nariz, antes de voltar a inspirar, com ritmo constante.

Erot.: Te escuto, prossegue!

Pamp.: neste estilo não deves levantar a cabeça, como se faz quando se nada nos outros estilos, ou como quando, na cama, pões uma almofada debaixo da nuca.

Podes crer que a cabeça te falha, e que te afundarás ao romper-se a harmonia do teu corpo. Terás suficiente com que te saia a cara fora da água, e se notas que a parte inferior do corpo se afunda, move suavemente os pés para recuperar a posição inicial. Vou fazer-te uma demonstração prática para que depois não possas culpar-me de não o saber fazer.

Erot.: interessa-me muito, Pampiro, ver confirmado na prática tudo isto que estás a ensinar-me na teoria. Que bem que o fazes! com que suavidade te mexes na água! És capaz de amolecer as pedras, fazer ver os ceguinhos, ouvir os surdos, e entender o estúpido!

Pamp.: parece-me que estás a exceder-te nos teus elogios, meu amigo”.

 

Aqui acaba-se a explicação sobre o que se entendia, naquele tempo, como estilo de costas, um estilo que não parecia ter muitos adeptos, vistas as suas limitações, entendidas, sobretudo, no sentido que dificultava a visualização do entorno do nadador. O nosso homem, Pampiro, parece deixar-nos perceber que os braços nem sequer se moviam neste estilo, limitando-se, seguramente, a fazer o papel de estabilizadores do corpo.

Os inícios

Não parece ter sido o de costas um dos estilos praticados nos inícios da natação de competição, nas piscinas britânicas de meados do século XIX, ou, pelo menos, não temos constância disso nos listados que nos tem chegado dos diferentes vencedores dos campeonatos britânicos disputados a partir de 1869.

A primeira notícia que temos conseguido deste estilo numa competição, temos de 1900, quando no programa dos Jogos de Paris-1900 incluiu-se uma prova de 200m. costas, que é ganha pelo alemão Ernst Hoppenberg com um tempo de 2,47”0. O estilo que se nada naquele tempo parece ser a única modalidade conhecida neste estilo: braçada simultânea com ambos braços, que se levam para trás a maior ou menor altura sobre a água (ainda que normalmente pela vertical, debuxando um semicírculo) afundando-os depois na água para os passar pelos lados, mais ou menos afundados, segundo as preferências do nadador, sem dobrar os cotovelos, até chegar às coxas, onde se inicia uma nova braçada.

As pernas, por seu lado, mexem-se com um movimento parecido ao de bruços, condicionados, evidentemente, pela posição decúbito dorsal do nadador, recolhendo-as para o peito, e depois de as abrir para os lados, empurrar a água para trás com a planta dos pés, e voltar a fechar-lhas.

A coordenação conseguia-se recolhendo as pernas quando os braços efetuavam a recuperação, abrindo-as, esticando-as e fechando-as enquanto os braços executavam a braçada. Era, pois, um estilo “a sacudidelas”, com um momento forte, quando braços e pernas efetuavam os movimentos propulsores e outro débil, quando se aproveitava para deslizar, produto dos movimentos ativos do estilo.

Com este estilo proclamaram-se campeões olímpicos três alemães: o já citado Hoppenberg nos Jogos de Paris; Walter Brack, 1,16”8 nas 100 jardas nos de Saint Louis-1904, e Arno Bieberstein, 1,24”6, nos 100m. nos de Londres-1908, um tempo que, curiosamente, não foi homologado como recorde mundial pela recentemente organizada FINA, enquanto sim o tinham sido os conseguidos nas restantes provas individuais (Charles Daniels e Henry Taylor nos 100 e 1.500m. livres, e Frederik Holmann nos 200m. bruços); discriminação pelo feito de ser alemão, enquanto o resto de vencedores pertenciam à linhagem anglo-saxona.

É de supor que nunca vamos saber as verdadeiras razões, mas o caso é que o tempo de Bieberstein nunca foi homologado, e que a honra de ser o primeiro recordista oficial dos 100m. costas foi aparar às mãos (e pés) do belga Maurice Weckesser, quando o 2 de outubro de 1910, na piscina de 25,20m. de Schaerbeck, conseguiu um tempo de 1,20”8, que foi superado sucessivamente pelo húngaro Andras Baronyi, 1,18”8 em 1911, e os alemães Oskar Schiele, 1,18”4 e Otto Fahr, 1,15”6, ambos em 1912. Nos 200m., Oskar Schiele abriu a lista do recordes ao assinalar 3,04”4, em 1909, em Charlottenburg, piscina de 100m., tempo superado sucessivamente pelo seu compatriota Georg Arnold, 2,59”8, e por Weckesser, 2,56”4, ambos em 1910; por outro alemão, Hermann Pentz, 2,50”6, em 1911, e, finalmente, por Otto Fahr, com uns 2,48”4, nadados em 1912, todos estes últimos em piscinas de 25m.

Também começaram a homologar-se os recordes mundiais das 150 jardas, uma prova que unicamente se disputava nos Campeonatos Universitários da Grã- Bretanha e nos Estados Unidos, com os primeiros recordes para o britânico Alfred Unwin em duas ocasiões, 1,57”6 em 1909, e 1,55”2, e do belga Weckesser, 1,53”8, os dois últimos em 1910, enquanto nos 400m., era outro belga, Herman Meyboom, o que inaugurava a lista de recordes mundiais, com uns 6,46”0 conseguidos em 1910, e rebaixado, sucessivamente, a 6,38”8 pelo húngaro Thomas Wendelin, em 1911; o britânico George Webster, 6,38”4, em 1911, e, finalmente, o austríaco Janos Selmeczy (de estirpe claramente húngara) 6,28”6, em 1912.

O conteúdo História do estilo de costas – Os mais longínquos antecedentes aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Congresso da APTN: Alojamento com descontos para congressistas

Chlorus - Sex, 08/03/2019 - 13:24

A Associação Portuguesa de Técnicos de Natação (APTN), no âmbito do 42.º congresso técnico-científico – XV Congresso Ibérico que se vai realizar no Portimão Arena entre 26 e 28 de abril, preparou para os congressistas um pacote de alojamento com descontos.

Clique aqui para ver os descontos.

As inscrições para o congresso já estão abertas e o programa (em atualização) disponível.

A APTN, em paralelo com o congresso, vai disponibilizar um programa cultural e social para acompanhantes dos congressistas, como passeios de barco, sunset party e visitas ao Museu de Portimão. Clique aqui para ver o programa cultural e social.

Todos os interessados poderão apresentar uma comunicação oral no congresso. A proposta de comunicação deverá ser submetida em formato de resumo para o endereço de correio eletrónico aptn.formacao@gmail.com até à data limite de 29 de março. Clique aqui para ver o regulamento específico.

Os sócios da APTN poderão ainda votar para o Prémio Carreira que será atribuído no congresso. As propostas dos associados deverão ser enviadas até 12 de março para o email geral@aptn.pt. Clique aqui para ver regulamento.

O Chlorus, jornal online de Natação, é parceiro Media do evento pelo terceiro ano consecutivo.

Todas as informações estão disponíveis no Chlorus onde serão lançados os vários temas que estarão em discussão.

A formação é creditada pelo IPDJ.

Portimão foi designada Cidade Europeia do Desporto em 2019.

O conteúdo Congresso da APTN: Alojamento com descontos para congressistas aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

“Momentos servem para jogadores e treinadores terem informações relevantes”, afirma Fernando Leite

Chlorus - Sex, 08/03/2019 - 12:37

O selecionador Fernando Leite afirmou esta quinta-feira, em declarações ao site da FPN, que as sessões de controlo e avaliação das seleções nacionais de polo aquático, que se realizaram esta semana na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP), “são momentos que servem para os jogadores e treinadores terem informações relevantes e para um planeamento mais conseguido das fases da época”.

Foram controlados e avaliados os jogadores das seleções absoluta masculinos e femininos, sub-20 femininas e sub-17 masculinos.

O primeiro momento de avaliação desta época realizou-se em novembro.

Os atletas foram controlados em exercícios específicos na piscina da FADEUP, sobre a coordenação de Ricardo Fernandes e no Laboratório de Biomecânica (LABIOMEP) da responsabilidade de João Paulo Vilas Boas.

Créditos da foto: FPN

O conteúdo “Momentos servem para jogadores e treinadores terem informações relevantes”, afirma Fernando Leite aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Páginas