Agregador de notícias

Ataque a Alcochete: Relação recusa afastamento do juiz Carlos Delca do caso

TSF - Desporto - Ter, 19/03/2019 - 20:30
Recurso a pedir o afastamento do juiz foi indeferido pela Relação de Lisboa.

Marítimo-Nacional marcado para domingo, 31 de Março, às 15 horas

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/03/2019 - 20:00

O dérbi entre o Marítimo e o Nacional, da 27.ª jornada da I Liga, vai disputar-se no domingo, dia 31 de Março, a partir das 15 horas, no Estádio dos Barreiros.

O embate entre vizinhos é determinante para as contas da manutenção. Recorde-se que o Marítimo soma 27 pontos na prova, mais um que o Nacional.

"É gente boa." Gabriel Jesus elogia "talento incrível" de Bernardo Silva

TSF - Desporto - Ter, 19/03/2019 - 19:44
O avançado brasileiro, colega de Bernardo Silva no Manchester City, integra a seleção brasileira que defronta no sábado o Panamá, no Estádio do Dragão.

Campeão Olímpico Florent Manaudou regressa à alta competição

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 17:44

O francês, Florente Manaudou, campeão olímpico nos Jogos de 2012 dos 50m livres, anunciou o regresso à alta competição. Também participou na estafeta francesa dos 4x100m livres, medalhada com prata em 2016.

Manaudou, referiu ao jornal L’Equipe: “he is missing high-level competition and that he is excited to swim again and compete with the best.”.

Manaudou vai ser treinado por James Gibson, no Energy Standard, juntamente com outros nadadores de classe mundial, tais como Ben Proud, Chad Le Clos, Kliment Kolesnikov and Sarah Sjostrom.

Manandou espera ser medalhado nos próximos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2020.

O conteúdo Campeão Olímpico Florent Manaudou regressa à alta competição aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

João Jacinto novo DT Águas Abertas e Adaptada da ANALGARVE

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 16:53

A Direção da Analgarve comunica que o treinador João Jacinto será o novo DTR da Natação Águas Abertas e Natação Adaptada, integrando assim na comissão técnica desta associação.

O João é licenciado em Educação Física pela FMH, tendo trabalhado em diversos clubes portugueses. Atualmente é Coordenador da piscina do Centro de Alta Performance da Quinta do Lago – The Campus, assim como Treinador principal da equipa de infantis e adaptada e adjunto da equipa de juvenis e absolutos do FC Ferreiras.

Créditos da imagem: João Jacinto Facebook

O conteúdo João Jacinto novo DT Águas Abertas e Adaptada da ANALGARVE aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Abertas as Inscrições para a etapa de 2019 do Open Challenge Setúbal Bay 2019

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 16:35

A FPN divulgou a abertura das inscrições para a etapa de 2019 do Open Challenge Setúbal Bay 2019, que vai ser no dia 8 de junho.

As provas abertas com as distâncias de 200, 600 e 2.000m, estão integradas no Circuito Mundial da FINA, que complementa a prova de elite realizada no mesmo dia (FINA Marathon Swim World Series 10k) no Parque Urbano de Albarquel, Setúbal. A prova dos 2.000m integra o XII Circuito Nacional de Águas Abertas.

Horários das competições:

Open Challenge – Prova de inscrição aberta

200m – 10h00

600m – 10h30

2.000m – 11h30

Prova Internacional Marathon Swim World Series 10k: 16h00

 

Página do evento

Inscrições online

Créditos da imagem: FPN

O conteúdo Abertas as Inscrições para a etapa de 2019 do Open Challenge Setúbal Bay 2019 aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Convocados da ANALGARVE para a quarta ação do Plano Nacional de Deteção de Talentos

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 15:55

São conhecidos os atletas de polo aquático dos escalões de sub-12 e sub-14 mistos da
Associação de Natação do Algarve, para a quarta atividade de treino e desenvolvimento
regional do Plano Nacional de Talentos da FPN, a ter lugar no dia 24 de março nas
Piscinas Municipais de Silves, entre as 09h30 e as 12h30.

Nesta quarta sessão de treino a ANALGARVE estará representada por 21 atletas
pertencentes à Portinado-Associação de Natação de Portimão e ao Lagoa Académico
Clube (LAGAC).

Convocatória:

Sub-12:
Demetrio Tura, José Mendes, Martim Baptista e Kevin Pinto (Portinado);
Diogo Fernandes e Ricardo Santos (Lagoa Académico Clube)

Sub:14:
Alexandre Klymenko, Bernardo Rodrigues e Filipe Nunes (Portinado);
André Gomes, Daniel Balicevic, Duarte Marques, Gonçalo Miguel, Guilherme Lança, Iago
Faleiro, João Rocha, Lucas Bronzelli, Rodrigo Rocha, Tiago Santos, Valentim Ramos e
Vasco Cabrita (Lagoa Académico Clube)

Créditos da imagem: Lagoa Académico Clube

O conteúdo Convocados da ANALGARVE para a quarta ação do Plano Nacional de Deteção de Talentos aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

III Travesía por relevos Clara Morales com recorde de 400 inscritos

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 15:38

Mais uma travessia em Espanha a bater recordes, ano após ano. Em 2019, a III Travesía por relevos Clara Morales bateu o recorde de inscrições, tendo de fechar nos 400, por motivos de segurança da prova.

A travessia é no dia 30 de março, na Playa de la Patacona, Alboraya. As provas são de 1.500m e podem participar nadadores a partir dos 14 anos, como individuais ou em estafeta.

Página do evento / percurso

Créditos da imagem: Club Natacion Patacona

O conteúdo III Travesía por relevos Clara Morales com recorde de 400 inscritos aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Relatório de Contas e Atividades de 2018 da FPN em votação no sábado

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 15:16

A Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Natação (FPN), que se irá realizar no próximo sábado (14h30) na Escola Superior de Tecnologia e Gestão, em Viana do Castelo, terá como ponto principal a discussão e votação do Relatório de Contas e de Atividades do ano de 2018.

O conteúdo Relatório de Contas e Atividades de 2018 da FPN em votação no sábado aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Kenneth To morre depois de sentir-se indisposto durante o treino

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 14:50

O nadador Kenneth To, vencedor de uma medalha de prata pela Austrália nos Mundiais de 2013, morreu esta terça-feira, aos 26 anos, depois de ter-se sentido indisposto durante um treino, na Florida (Estados Unidos).

“[To] sentiu-se mal num treino e foi levado para o hospital, onde, infelizmente, faleceu”, informou o Instituto do Desporto de Hong Kong, de onde o nadador era natural e que foi autorizado a representar nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, para os quais estava a treinar.

Antes daquela alteração, To, cuja causa da morte está a ser investigada, ganhou seis medalhas pela Austrália nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2010.

O conteúdo Kenneth To morre depois de sentir-se indisposto durante o treino aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Sporting de Braga primeiro no medalheiro dos Regionais do Minho

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 14:33

O Sporting de Braga garantiu o primeiro lugar no medalheiro dos Campeonatos Regionais de Infantis, Juvenis, Juniores e Seniores da Associação de Natação do Minho, que se realizaram de sexta-feira a domingo em Braga.

O clube bracarense somou 86 medalhas de ouro, 47 de prata e 28 de bronze, seguido da Escola Desportiva de Viana com 31 de ouro, 28 de prata e 23 de bronze e do Viana Natação Clube com 24 de ouro, 20 de prata e 22 de bronze.

Participaram 146 atletas (81 masculinos e 65 femininos) em representação de nove clubes.

Resultados

Créditos da foto: SCBraga Natação

O conteúdo Sporting de Braga primeiro no medalheiro dos Regionais do Minho aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Convocados para estágio de capacitação de cadetes da Associação de Lisboa

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 14:22

A Associação de Natação de Lisboa divulgou esta segunda-feira os nadadores convocados para participar no segundo estágio de capacitação de cadetes, a ter lugar na Piscina da SFUAP, na Cova da Piedade, nos dias 23 e 24 de março.

Convocados:

Francisco Goya Perloiro, Rafael Pacheco Godinho, António Quezada Massano, Ana Beatriz Pires e Maria Inês Coelho (SLB);

Rafael Miguel Mimoso, Vicente Dias Maia, António Rego Arsénio, Leonor Serrão Nascimento, Constança Santos Ferreira e Constança Isabel Carvalho (SAD);

Daniel Casaca Carvalho (CNCVG);

Guilherme Matias Sousa, Bruno Belmonte Ribeiro e Patrícia Subtil Henriques (GESL);

Diogo Miguel Martins (MO);

Gonçalo Saraiva Rodrigues (CDCP);

Rodrigo Santos Perry (DRCN);

Inês Gomes Costa (EULx);

Maia Bekauri (COL);

Teresa Bonita Oliveira (CNS);

Rita Gato Costa e Carolina Mileu Oliveira (AONDA);

Luísa Gonçalves Rodrigues (AEFDTV)

O conteúdo Convocados para estágio de capacitação de cadetes da Associação de Lisboa aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Lesão afasta Bruno Fernandes da Seleção. Foi dispensado por "não estar em condições"

TSF - Desporto - Ter, 19/03/2019 - 14:20
Médio do Sporting não vai representar a equipa das quinas nos jogos com a Ucrânia e Sérvia.

Cancelo satisfeito com a época na Juventus e elogioso para Ronaldo

TSF - Desporto - Ter, 19/03/2019 - 13:21
"O Cristiano não tem que provar nada a ninguém. Por onde passa, tanto em cada clube como na seleção, faz história. Ter um jogador como ele na equipa torna tudo mais fácil", considerou o defesa João Cancelo.

Simão Morgado entrevistado do podcast Hora H2O

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 12:59

Simão Morgado é o mais recente entrevistado do podcast Hora H2O da natação portuguesa, da responsabilidade de Alexandre Agostinho, ex-nadador e atual presidente da Associação de Natação do Algarve.

Morgado, nadador olímpico por quatro vezes e ex-capitão da Seleção Nacional de natação, fala neste episódio sobre a sua experiência olímpica, diferenças entre as várias gerações de nadadores, as suas melhores memórias na natação e outros assuntos interessantes.

Clique aqui para ouvir o que disse Simão Morgado.

O podcast Hora H2O tem o apoio do Chlorus.

O conteúdo Simão Morgado entrevistado do podcast Hora H2O aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

De Madrid a Edimburgo, passando por Nova Gales do Sul

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 12:50

Bom fim de semana para os aficionados à natação, com competições em Madrid, Edinburgh e Nova Gales do Sul, na Austrália. Resumimos as três competições, com os resultados mais interessantes de cada uma de elas.

Na piscina “Mundial-86” de Madrid, de 50m., disputou-se o Open da Comunidade de Madrid, com a presença de nadadores locais, assim como equipas da Catalunha, República Checa, Itália, Portugal e Rússia. Três boas jornadas de natação com alguns bons resultados para a equipa portuguesa que já foram noticiados pelo Chlorus aos seus leitores, pelo que no nosso comentário vamo-nos focar nos outros resultados. Nos 100 e 200m. livres, vitórias para a checa Barbora Seemanova com 54″92 e 1,58″34 (com melhores 1,58″29 nas eliminatórias); nas provas longas, duplo para a italiana Simona Quadarella, que se impôs nos 400 e 800m. livres, com 4,07″88 e uns mais discretos 8,33″24.

Outro duplo, este em costas, foi para outra italiana, Margherita Panziera que venceu nos 100 e 200m., com bons 1,00″18 e 2,07″72. Triplo para a russa Vitalina Simonova que se impôs nas três provas de bruços ainda que com uns muito discretos 32″48, 1,11″09 e 2,31″58. Outro triplo foi para a sua compatriota Svetlana Chimrova, ainda que esta com mais qualidade cronométrica, que se impôs nas três provas de mariposa com 26″77, 57″88 e 2,08″75, nos 50m. numa ajustada chegada, com as italianas Elena di Liddo, 26″88, e Silvia di Pietro, 26″91. Nos estilos, finalmente, vitória na prova curta para outra italiana, Sara Franceschi, com 2,15″32.

Entre os homens, bons 22″02 do italiano Andrea Vergani nos 50m. livres, por diante dos seus compatriotas Luca Dotto, 22″43; Santo Condorelli, 22″56, e Marco Orsi, 22″67. Bons os 48″86 do russo Evgeny Rylov nos 100m. livres, por diante dos italianos Orsi, 49″49, e Condorelli terceiro, 49″76. Único que baixou dos 1,50″ nos 200m. livres foi o italiano Matteo Ciampi, com 1,48″14. Nas provas longas, vitória do espanhol Miguel Duran nos 400m. livres, 3,50″35.

Nas costas, vitória do grande favorito na prova curta, o russo Rylov, com 25″42, ainda que não se apresentou a disputar os 100m., enquanto nos 200m., fez o melhor tempo das eliminatórias com 1,59″62, mas não nadou a final.

Nos bruços, com tempos discretos, vitórias do uruguaio Martin Melconian nos 50m., 28″21; do madrilenho Gonzalo Carazo nos 100m., 1,02″82, e do catalão Joan Ballester nos 200m., 2,17″04.

Na mariposa, de muito mais nível, vitória dos italianos Piero Codia na prova curta, 23″66, de Santo Condorelli, 52″28 e Codia, 52″45, nos 100m., enquanto o espanhol Francisco Chacon dominava os 200m., ficando às portas de baixar dos dois minutos 2,00″21.

Finalmente, nos estilos, dupla italiana na prova mais longa, com os 4,20″86 do italiano Federico Turrini.

Na Commonwealth Royal Pool, de 50m., da capital escocesa, Edinburgh disputou-se o “Edinburgh International” com alguns dos melhores nadadores britânicos e duma equipa espanhola. com uns poucos resultados interessantes. Entre as mulheres, nos livres, vitórias para as dinamarquesas Julie Jensen nos 50m. com 25″21, e Signe Bro nos 100m., 54″01, por diante da jovem britânica Freya Anderson, 18 anos e 54″18. O duplo da britânica Jessica Fullalove nos 100 e 200m. costas com 1,00″85 e 2,10″50.

O triplo da catalã Jessica Vall, que se impôs nas três provas de bruços com 31″54, e uns bons 1,07″37 e 2,24″94. A volta às piscinas da dinamarquesa Jeanette Ottsen aos 31 anos, que se impôs nos 50m. mariposa com bons 26″15, assim como os 58″49 e 2,09″80 da britânica Alys Thomas nos 100 e 200m. mariposa, enquanto nos estilos, outra britânica, Aimee Willmott conseguia outro duplo, 2,12″80 e 4,40″93.

Entre os homens, em livres, destacar os 49″11 do escocês Duncan Scott nos 100m., O bom duplo do britânico James Guy, vencendo tanto nos 200m. livres, 1,47″66, como nos 200m.mariposa, 1,57″81, nas duas provas por diante de Scott, 1,48″13 e 1,59″07, enquanto nos 1.500m. ganhava o britânico Daniel Jervis com uns bons 14,57″48.

Finalmente, bem nos bruços, com duas grandes demostrações do recordista mundial Adam Peaty, 26″99 nos 50m., e 58″73 nos 100m., por diante de James Wilby, 27″39 e 59″23, que foi, por sua vez, o vencedor dos 200m. com 2,10″24.

Finalmente, em Sydney, piscina também de 50m., e nos Campeonatos da Nova Gales do Sul, deram-se estes bons resultados: entre as mulheres, em livres, o duplo de Cate Campbell com bons 24″41 nos 50m., e vencendo  também nums bons 100m. com quatro mulheres nos 53″, com vitória de Cate, 53″21, por diante de Emma McKeon, 53″73; Bronte Campbell, 53″81, e Madison Wilson, 53″92.

Nos bruços, os 1,06″91 de Jessica Hansen nos 100m., e, na mariposa, os 26″08 de Holly Barratt nos 50m., e os 57″84 de Emma McKeon nos 100m.

Entre os homens, em livres, os magníficos 47″89 do campeão olímpico Kyle Chalmers nos 100m., que também se impôs nos 200m. e nos 100m. mariposa, ainda que com uns mais discretos 1,47″45 e 5″”61, assim como os 3,48″68 do jovem Elijah Winnington, 18 anos, nos 400m.

Nos bruços, os 59″83 e 2,08″56 de Matthew Wilson nos 100 e 200m., e na mariposa, os 23″49 de William Yang nos 50m., e os 1,57″91 de outro jovem, Lewis Clareburt, 19 anos, nos 200m., por diante de Bowen Gough, 1,58″21.

O conteúdo De Madrid a Edimburgo, passando por Nova Gales do Sul aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Bombeiros de Ponta Delgada primeiro no Campeonato Regional de Categorias dos Açores, dois recordes absolutos

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 11:22

O Clube de Actividade Física dos Bombeiros de Ponta Delgada garantiu o primeiro lugar do medalheiro do Campeonato Regional de Categorias da Associação de Natação da Região dos Açores, realizado na Praia da Vitória entre sexta-feira e domingo.

A equipa de Ponta Delgada somou 51 medalhas de ouro, 56 de prata e 44 de bronze, seguida do Naval Praia da Vitória com 45 de ouro, 12 de prata e 8 de bronze do Núcleo Sportinguista com 25 de ouro, 26 de prata e 18 de bronze.

Foram estabelecidos dois recordes regionais absolutos por intermédio de Inês Monteiro (Naval Praia da Vitória) nos 200 livres (2.11,14) e por Madalena Santos (Clube de Actividade Física dos Bombeiros de Ponta Delgada) nos 400 estilos (5.16,97). Fora ainda fixados mais 17 máximos regionais dos escalões jovens.

A competição contou com a participação recorde 137 nadadores, em representação de nove clubes.

Resultados

Créditos da foto: ANARA Facebook

O conteúdo Bombeiros de Ponta Delgada primeiro no Campeonato Regional de Categorias dos Açores, dois recordes absolutos aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Treino de Portugal com o regresso de Ronaldo e ausência de Bruno Fernandes

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/03/2019 - 11:14

O avançado Cristiano Ronaldo integrou hoje o treino da selecção portuguesa de futebol, que prepara a estreia na fase de qualificação para o Euro2020, numa sessão em que Bruno Fernandes foi o único jogador ausente.

Na Cidade do Futebol, em Oeiras, o seleccionador Fernando Santos já contou com o capitão de Portugal, que estava ausente da equipa desde o Mundial2018, que se realizou na Rússia. O último treino de Cristiano Ronaldo com a selecção nacional aconteceu em 29 de junho, em Kratovo, um dia antes da eliminação perante o Uruguai (derrota por 2-1), nos oitavos de final.

O avançado da Juventus subiu ao relvado na companhia de Fernando Santos e, nos primeiros 15 minutos que foram abertos à comunicação social, integrou sem limitações a sessão de trabalho.

Bruno Fernandes foi o único dos 25 jogadores convocados que não marcou presença no apronto, tendo ficado no ginásio a fazer tratamento. O médio do Sporting é, para já, a única dúvida para o encontro de sexta-feira com a Ucrânia, em que já é certa a ausência de Danilo, devido a castigo.

Destaque ainda para o estreante João Félix, avançado que se destacou esta época no Benfica e que cumpriu o primeiro treino de sempre com a selecção principal.

Portugal começa a defender o título europeu conquistado em 2016, em França, frente à selecção da Ucrânia, na sexta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa, recebendo três dias depois, em 25 de março, a Sérvia, no mesmo recinto, estando o início de ambos os jogos agendado para as 19:45.

A selecção nacional vai disputar o Grupo B de apuramento, que inclui ainda a Lituânia e o Luxemburgo.

Pela primeira vez, a fase final do Campeonato da Europa vai decorrer em 12 cidades de 12 países diferentes, com Londres a receber os jogos das meias-finais e da final.

Congresso da APTN: Ana Rita Amâncio e a “Escola de Natação Municipal de Peniche – excelência no ensino”

Chlorus - Ter, 19/03/2019 - 10:53

Ana Rita Amâncio vai apresentar o tema “Escola de Natação Municipal de Peniche – excelência no ensino” durante o 42.º congresso técnico-científico – XV Congresso Ibérico que se vai realizar no Portimão Arena entre 26 e 28 de abril.

A preleção está agendada para dia 27 de abril, pelas 09h30, no auditório 1.

Licenciada em Treino Desportivo, Treino Alto Rendimento, opção Natação, Ana Rita Amâncio é coordenadora técnica da Piscina Municipal de Peniche, treinadora de Natação do Clube Naval de Peniche e professora de natação da Piscina Municipal de Peniche.

As inscrições para o congresso já estão abertas e o programa (em atualização) disponível.

O congresso tem certificação de formação para fim de revalidação de título profissional de Técnico de Natação. A participação no evento atribui 1.0 unidades de créditos na componente de formação geral – formação contínua de treinadores; 2.0 unidades de crédito na componente de formação especifica de natação (graus I, II, III e IV), natação artística (grau II) e polo aquático (grau II, III); e 1.0 unidades de crédito na componente de formação para Técnico de Exercício Físico e Direção Técnica.

Adicionalmente, o congresso foi ainda acreditado, pela primeira vez, para a formação contínua de professores dos grupos 260/620, 29 Horas (Registo: CCPFC/ACC-102743/19). Clique aqui para se inscrever. Mais informações clique aqui.

A APTN, em paralelo com o congresso, vai disponibilizar um programa cultural e social para acompanhantes dos congressistas, como passeios de barco, sunset party e visitas ao Museu de Portimão. Clique aqui para ver o programa cultural e social.

Todos os interessados poderão apresentar uma comunicação oral no congresso. A proposta de comunicação deverá ser submetida em formato de resumo para o endereço de correio eletrónico aptn.formacao@gmail.com até à data limite de 29 de março. Clique aqui para ver o regulamento específico.

Os sócios da APTN poderão ainda votar para o Prémio Carreira que será atribuído no congresso. As propostas dos associados deverão ser enviadas até 12 de março para o email geral@aptn.pt. Clique aqui para ver regulamento.

A APTN preparou ainda para os congressistas um pacote de alojamento com descontos. Clique aqui para ver os descontos.

O Chlorus, jornal online de Natação, é parceiro Media do evento pelo terceiro ano consecutivo.

Todas as informações estão disponíveis no Chlorus onde serão lançados os vários temas que estarão em discussão.

A formação é creditada pelo IPDJ.

Portimão foi designada Cidade Europeia do Desporto em 2019.

O conteúdo Congresso da APTN: Ana Rita Amâncio e a “Escola de Natação Municipal de Peniche – excelência no ensino” aparece primeiro em Chlorus.

Categorias: Natação Nacional

Sporting quer cerveja nos estádios para aumentar receita e melhorar segurança

Diário de Notícias - Desporto - Ter, 19/03/2019 - 09:40

O administrador do Sporting Miguel Cal disse hoje à Lusa que o clube quer que seja permitida a venda de bebidas alcoólicas nos estádios para aumentar receitas, melhorar a “experiência em dia de jogo” e baixar riscos de segurança.

Segundo Miguel Cal, o assunto está a ser discutido em grupos de trabalho na Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e uma proposta de “alteração à lei atual, para que num futuro próximo seja permitida a venda de bebidas fermentadas de baixo teor alcoólico nos recintos desportivos em Portugal”, está “em apreciação pelo parlamento”.

O objetivo dos ‘leões’ passa por aproximar Portugal das “melhores práticas internacionais”, tendo o administrador indicado quatro pontos fundamentais, um deles relacionado com a questão do patrocínio, uma vez que 14 dos 18 clubes da I Liga são patrocinados por uma marca de cerveja, enquanto um outro, o Tondela, é apoiado por uma marca de vinho.

Em janeiro, a Super Bock foi anunciada como a cerveja oficial das competições profissionais de futebol, o que configura o segundo ponto para o clube lisboeta, que pretende que o campeonato siga as práticas de Inglaterra, Itália, Alemanha, Holanda ou Bélgica, países em que a venda de bebidas de baixo teor alcoólico nos recintos desportivos é permitida.

A alteração por parte da UEFA do regulamento de segurança para as competições europeias, realizada em junho de 2018, já permite a venda de álcool nos jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, desde que seja permitida pela lei de cada país.

Nessa linha, Cal apontou o exemplo do Chelsea, que obteve receitas mais elevadas após a autorização de venda de bebidas alcoólicas nos jogos europeus, permitindo um “aumento de receitas dos clubes”, porque as pessoas “gastam dinheiro dentro dos estádios”, mas também acabar “com a discriminação entre adeptos” da zona VIP, onde o consumo é permitido.

A alteração à lei permitiria também “melhorar a experiência em dia de jogo, com a entrada das pessoas a ser mais espaçada, evitando as tradicionais filas antes do apito inicial” e a acumulação de pessoas que estão em torno do estádio.

Questionado sobre a possibilidade de a medida acarretar maiores riscos de insegurança dentro dos recintos, o administrador defendeu que se passa “precisamente o contrário”, referindo estudos que mostram que a entrada ordeira nos estádios, em vez de acontecer em cima da hora do jogo, permite maior rigor na revista de segurança.

Por outro lado, o controlo do teor máximo permitido dentro dos estádios contrasta com o que os adeptos podem beber nas imediações dos recintos, sendo que outro fator de insegurança é a possibilidade de confrontos pela concentração de fãs “fora do ‘anel de segurança’ do estádio”.

Miguel Cal enfatizou que a pretensão não é só dos ‘verdes e brancos’ e que está mesmo a ser liderada “pela própria Liga”, lembrando um texto da diretora executiva, Helena Pires, que aborda o tema.

O assunto tem sido discutido entre “todas as sociedades desportivas”, em vários grupos de trabalho, e o administrador aproveitou para lembrar a luta contra a “desigualdade de tratamento fiscal entre o desporto e outras formas de cultura e tempos livres”, uma vez que o futebol é taxado a 23% de IVA e outros espetáculos a 6%.

Alexandre Mestre não vê inconvenientes na venda de álcool nos estádios

O jurista Alexandre Mestre considerou hoje uma mudança de paradigma a venda cerveja nos estádios e não vê qualquer inconveniente na pretensão dos clubes de futebol, que procuram inverter a legislação em vigor.

“Sou favorável enquanto cidadão, e do ponto de vista jurídico é o inverter de uma evolução legislativa, já que em 1980, quando houve a primeira regulamentação sobre a Violência Associada ao Desporto, a venda e consumo de bebidas alcoólicas nos recintos desportivos foi proibida”, referiu o antigo secretário de Estado do Desporto e Juventude.

Salvo raras exceções, previstas na legislação em vigor, como é o caso de consumo de bebidas alcoólicas nos camarotes, nos recintos desportivos só é permitido consumir bebidas sem álcool.

Interessados em vender bebidas de baixo teor alcoólico, como cerveja e cidra (inferior a cinco graus), já a partir da próxima época, os clubes querem ainda replicar as práticas da UEFA, cujo comité executivo aprovou, em maio de 2018, a liberalização da venda de bebidas alcoólicas nos estádios da Liga dos Campeões e Liga Europa.

A mudança nos regulamentos da UEFA, decidida em 2018, é válida para as duas competições e, em conformidade com a legislação de cada país e o organizador de cada jogo, “deve, ao definir a política de venda e distribuição, ter em conta o perfil dos adeptos que vão marcar presença e os riscos associados”.

“Estou do lado daqueles que acham que terminada essa proibição no interior dos recintos desportivos, as pessoas entram mais cedo e até vão consumir menos lá dentro do que consumiriam lá fora [antes do início dos jogos]”, salientou Alexandre Mestre.

O jurista exemplificou com o caso do Mundial2014, no Brasil, em que foi necessário alterar a legislação estadual brasileira para permitir a venda de cerveja, bem como a sua publicidade, e em que “não há registo de que tal tenha potenciado a violência associada ao desporto”.

“É uma mudança. Desde 1980 que em Portugal se proíbe a introdução, a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos recintos desportivos, com a obediência das federações e ligas respetivas, e caso se reverta esta situação é uma mudança de paradigma”, disse.

A concretização do desejo dos clubes das duas ligas profissionais de futebol implicará uma alteração à lei da Violência Associada ao Desporto, que em 2009 introduziu a possibilidade de em algumas zonas dos recintos desportivos, nomeadamente nos camarotes, ser permitido o consumo de bebidas alcoólicas.

“Face à redação atual no sentido da proibição e de haver uma exceção, penso que terá que haver uma alteração, mas agora até estamos no decurso do processo de revisão da lei da Violência Associada ao Deporto e poderia ser uma boa altura para aproveitar essa oportunidade”, disse Alexandre Mestre.

A alteração à lei, que, de acordo com Alexandre Mestre, deverá ser sempre bem sustentada, e com estudos que atestem o benefício da mudança, levará à alteração do regulamento de competições da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

“Nestas coisas de legislação, quando se muda, tem de haver um suporte para o efeito. Como tem sido dito pelas entidades que apoiam a alteração, há estudos que defendem que [a venda de bebidas nos recintos] não aumenta, mas reduz, a possibilidade de existirem fenómenos de violência no perímetro de segurança”, disse.

De acordo com Alexandre Mestre, as pessoas concentram-se e afluem com mais antecedência, para socializarem dentro do recinto, em vez de ficarem a beber nas imediações até à hora do jogo, podendo beneficiar a realização da revista policial na entrada.

João Paulo Rebelo “sensível a alguns argumentos” sobre venda de cerveja nos estádios

O secretário de Estado da Juventude e Desporto manifestou-se hoje “sensível a alguns argumentos” favoráveis à venda de bebidas alcoólicas nos estádios, realçando que a pretensão dos clubes de futebol é uma questão a debater na Assembleia da República.

“Sou sensível a alguns dos argumentos apresentados pela Liga e alguns clubes e também sei da iniciativa que o Sporting está a tomar. É uma lei da Assembleia da República (AR) e que só mesmo a AR pode alterar. Não há nada que se possa fazer através de uma qualquer iniciativa governamental, afirmou João Paulo Rebelo, em declarações à agência Lusa.

Apesar de sensível à questão, o secretário de Estado lembrou que “o próprio Governo apresentou uma proposta de alteração à lei 39 de 2009 [que regula o combate à violência, racismo, xenofobia e intolerância nos espetáculos desportivos], que é justamente o enquadramento jurídico em que se encontram as possibilidades, ou não, da venda de bebidas alcoólicas” em recintos desportivos.

“O Governo conhece a reivindicação dos clubes que nos é regularmente apresentada pela Liga de clubes, mas a proposta que apresentamos de alteração à Lei que está, neste momento, em discussão na AR não toca na questão de venda de bebidas alcoólicas, e, portanto, diria que o Governo não tem formalmente uma posição diferente da que hoje está consagrada na lei”, frisou.

Estando a proposta de alteração à lei em discussão na AR, João Paulo Rebelo disse desconhecer, contudo, as probabilidades de a mesma acontecer e os clubes verem as suas pretensões concretizadas, até porque “o Governo não considerou uma questão central” os argumentos da Liga de clubes, que se prendem com aumento de receita e segurança.

“Se achasse que essa era uma matéria prioritária, o Governo, com certeza, nas propostas de alteração que fez, teria enquadrado também essa questão. Não o fizemos, e por aqui se depreende que para o Governo não é uma matéria central”, referiu.

O governante reconheceu que o assunto vai ser controverso, apelando, por isso, a que seja alvo de reflexão, sobretudo no parlamento.

“Sou sensível a alguns argumentos e não acho que o propósito seja descabido. Mas é uma matéria que deve ser refletida, bem pensada e acho que a AR é o fórum ideal, porque é lá que estão as mais diversas sensibilidades políticas para se dirimirem argumentos e ter essa discussão, que, de alguma forma, levanta sempre uma certa controvérsia”, concluiu.

Páginas